Nikon Nikkor 18-55mm f/3.5-5.6 G AF-S VR DX


Introdução:
Ultimamente tenho tido o privilégio de usar/testar algum material fotográfico de gamas mais altas e considerado, em certos casos, de carácter mais "profissional".
Para a maior parte das pessoas que usam equipamento fotográfico, como hobby ou paixão, mesmo com certa regularidade, parte desse equipamento pouco lhes diz pois o seu preço torna-o, para muitos, uma utopia. Por isso, hoje vou descer ao mundo real e perfeitamente atingível para quase todos os amantes da fotografia. Vou falar (escrever, neste caso) acerca duma das objectivas mais acessíveis da marca Nikon:  A Nikkor 18-55mm 3.5-5.6 G AF-S VR DX.
É uma pequena objectiva zoom, comercializada pela Nikon, que pode ser adquirida (quase exclusivamente) em “Kit” com as câmaras de entrada de gama - a Nikon D3000, passando pela D5000 até à câmara um pouco mais cara, a Nikon D90.
Um dos motivos do seu sucesso e volume de vendas reside no facto de ser uma objectiva generalista de distâncias focais “normais” quando usada no tipo de câmaras a que se destina (com sensor de formato DX – equivalendo, em formato 35mm, a uma zoom de 27-82,5mm) permitindo uma cobertura em termos de ângulo de imagem que se adequa às utilizações mais comuns. Além disso, é uma das objectivas menos onerosas que a Nikkor fabrica a dispor de motor interno (AF-S).
Aliás, câmaras como a D3000 e D5000 só focam automaticamente com objectivas deste tipo, ou seja, que possuam este sistema de auto-motorização (AF-S) pois as câmaras em si não possuem motor para comandar a focagem.

Manuseamento:
Sinceramente não testei exaustivamente esta objectiva… “dei umas voltas” com uma que encomendei para um amigo e efectuei alguns disparos com o intuito de testar, essencialmente, aquilo que a poderá diferenciar das duas outras versões também comercializadas: a eficácia do sistema de redução de vibrações VR. Contudo, esta objectiva não me é inteiramente desconhecida pois já em tempos tive oportunidade de usar a primeira versão desta objectiva: a Nikkor 18-55mm G AF-S DX. Esta "nova" 18-55mm G AF-S VR DX, além de diferir um pouco no tamanho (maior) contém ainda algumas mais melhorias em relação à primeira versão tais como: Maior numero de elementos ópticos (lentes) e ao mesmo tempo a introdução de uma dessas lentes em vidro com desenho asférico para uma melhoria da qualidade de imagem no que toca a controle e diminuição das aberrações cromáticas.
Como é usual neste tipo de objectivas de "Kit" a focagem manual, embora possível, é um assunto para esquecer... o anel de focagem é extremamente pequeno o que aliado a uma construção menos rigorosa dificulta e torna pouco prática a sua utilização, mas para quem tiver paciência e se adaptar... Já agora, o uso de Filtros Polarizadores e de Densidade Neutra (graduados) nestas objetivas também é pouco prático. Porquê? O anel de focagem frontal (onde se apertam os filtros) roda enquanto se adquire a focagem.
A sistema AF-S desta objectiva é suave, preciso e silencioso! Algo que só com muito mais dinheiro poderemos ter noutras objectivas da marca! Claro que a sensação no que concerne à robustez, depois de nos habituarmos a objetivas mais caras é quase nula. Todavia, para os menos atentos aos preços, posso referir, por exemplo, que o custo duma Nikkor 24-70mm f/2.8 destinada a ser usada em câmaras FX e com equivalência próxima, nesse formato, à aqui em causa dá para comprar cerca de 8 destas Nikkor 18-55mm! Mas, atendendo ao preço e às fotografias que permite, definitivamente, ninguém se pode arrepender do valor pago.
Depois, querem ver uma vantagem... o peso! A Nikkor 18-55mm VR é uma objectiva que não cansa mesmo que tenhamos de andar bastante tempo com ela. Em contrapartida, em termos de equilíbrio, numa câmara grande e pesada, não achei o melhor... Na verdade, além das pequenas "prime" 50mm esta foi a única objectiva Nikkor que montada numa Nikon D300 com punho vertical não fez a câmara inclinar para a frente quando pousada pela base!

Tamanho:
(mova o cursor sobre a imagem)

Qualidade óptica:

Tal como acontece com outras objectivas "Kit" da Nikkor esta pequena 18-55mm VR tem melhor qualidade de imagem do que de construção.
Embora não possa dizer que os resultados são excelentes, atendendo ao tipo e gama em que esta objectiva se insere, também não posso dizer que sejam maus...
A coloração das fotografias "feitas" com esta Nikkor 18-55mm VR é boa e a aberração cromática não é nada com que não se possa lidar estando até bem controlada. Todavia, como "o pior" desta objetiva posso destacar dois aspectos que facilmente qualquer utilizador não pode, também,  deixar de reparar. Um deles fica demonstrado na imagem ao lado e reporta-se à grande distorção de imagem, com incidência nos cantos, (em forma de barril) que esta 18-55mm provoca quando usada na distância focal de 18mm! O outro aspecto menos positivo refere-se ao nível de recorte/definição que achei ser um pouco "soft".


Sistema VR... vale mesmo a pena?


Querem uma resposta directa? Não sei!
Sinceramente para conseguir detectar diferenças (óbvias) tive de usar a máxima distância focal (55mm) e velocidades de obturação muito lentas!
Ou seja, numa utilização "normal" em que as condições de luz não "obriguem" a velocidades de obturação mais longas que 1/60seg. dificilmente notaremos diferença entre a posição de ligado e desligado a menos que utilizemos a câmara sem qualquer cuidado de prévia estabilização antes e durante o momento de carregar no obturador.... Quanto a isto, fiz a experiência (tentando-me colocar na situação de quem não está habituado a fotografar) e, mesmo assim, tive de me esforçar para conseguir fotos "tremidas"!
Resumindo: que funciona, funciona... mas, uma vez que esta objectiva é uma zoom de distância focal máxima de 55mm, na maior parte das fotografias, se tivermos algum cuidado e não usarmos velocidades na ordem dos 1/30seg.; 1/15seg.... não vamos conseguir detectar diferenças. Principalmente se usarmos as distâncias focais mais pequenas que a Nikkor 18-55mm G AF-S VR DX permite. Este aspecto leva-nos a outra questão: a possibilidade de optar antes pela aquisição da outra versão desta objectiva - a Nikkor 18-55mm G II ED DX . Perdemos o sistema de redução de vibração e ganhamos um elemento nas lentes em "ED" o que significa melhor recorte e nitidez de imagem...

Conclusões:
Ponderando a qualidade de imagem, a versatilidade de utilização e o preço a pagar por esta objectiva não há muito a perder... e não vale a pena sequer estar com mais dissertações!

Qualidade Óptica
★★★☆☆
Qualidade de Construção
★★☆☆☆
Versatilidade
★★★★
Manuseamento
★★★☆☆
Valor
★★☆☆☆

49 comentários:

João Carlos disse...

Mais uma vez informações muito úteis.
Ótimo blog, parabéns José Loureiro.

Anónimo disse...

Boas,desde já os meus parabéns pelo seu blog,tendo começado a pouco no mundo da fotografia quando adquiri uma D5000 com uma lente igual a deste teste,estou a chegar a conclusão que estou muito limitado com esta lente,gostava que me indicasse uma lente(Nikon,Sigma ou Tamron)que fosse 18-200 que melhor se enquadrasse na minha maquina...
Obrigado.

José Loureiro disse...

Entre as três opções que ponderou, tudo é uma questão de preço. Isto é, caso não imponha limite de preço diria que ficava bem servido com a Nikkor 18-200mm VR (quer o primeiro quer o segundo modelo, a VR II, pois quer a qualidade óptica, quer a construção são boas). Entre a Sigma e a Tamron, claro que é uma opinião mas, tenderia mais para a Sigma… Além das opções que referiu, entendo que pode ainda pensar noutra menos onerosa: a Nikkor 55-200mm VR ou até, eventualmente numa 70-300mm. A vantagem das SLRD é a possibilidade que temos de “trocar” de objectivas. Por isso, porque ter tudo numa só? A 18-55mm já tem e com a 55-200mm completaria daí para cima. Usar uma só objectiva pode ser prático mas tem as suas desvantagens. Além disso, caso opte põe uma 18-200mm (à excepção da Nikkor que mencionei) penso que não ficaria melhor servido do que o que já tem (pelo menos até aos 55mm de distância focal).
Cumprimentos

Mantenedor disse...

Amigo José tenho pesquisado bastante a respeito deste assunto cameras e lentes , sou um leigo mas admirador do conhecimento e de profissionais que se manifestam a favor de ajudar e compartilhar seus resultados com o proxímo.Pelo pouco que lí graças a Deus estou nocaminho certo, comprei a poucos dias uma d5000 +lente 18-55mm , confesso que não me agradou .Fui atrás de conhecimento e cheguei a com a conclusão que deveria escolher uma 70-300 VrII, mas não gostei da margem de distancia entre as duas lentes, fui atrás de uma 18-200 vrII que agradou e muito!Porém o preço acabou comigo,deixando meu sonho mais adiante.Resolve ficar com a 55-200 vRII o que para minha surpressa não deixou a desejar nas fotos capturadas a longa distancia.Levei as fotos para revelar e recebi só elogios.Desculpe pelo longo texto queria que participa-se da minha alegria ,já que tudo que fiz até , vão de encontro com seu relato ..

Muito Obrigado,parábens ,mais uma vez...

Esperando e pesquisando para mehorar a cada dia meus conhecimentos...

ABRAÇOS
Moises

jobravo disse...

José Loureiro e amigos do blog, tudo bem? Não sou profissional nesta area, sou um amante desta arte, adoro fotografar e com a chegada da minha nenen, são cliks que não acabam mais, mas vamos ao assunto. Tenho uma D3000 com kit 18-55, antes tinha uma Fuji S7000, quando comprei esta Nikon, não sabia sobre o motor no corpo, resumindo me estrepei, mas não é bom por ae, mas estou gostando dos resultados da 18-55, queria muito uma tele, mas são escuras, pois as lentes claras é um absurdo de caro, talvez compre uma 55-200 f4, mas no momento to querendo uma lente fixa clara 50mm tipo 1.4 ou 1.8, jah vi que 1.4 afs é muito cara e a 1.8 afs jah é mais conta, precisava de uma ajuda para não me estrepar novamente, qual o seu conselho?
Agradeço pela oportunidade de participar do seu blog.
Obrigado
Johnny

José Loureiro disse...

Johnny,
Vou tentar responder de maneira muito rápida…
Só pode usar objectivas motorizadas na sua Nikon D3000, certo? Por isso, como não existe qualquer objectiva Nikon 50mm de abertura f/1.8 Af-S (a que existe é sim a 50mm f/1.8 AF-D – não motorizada) fica limitado a uma única escolha: a 50mm f/1.4 G AF-S! É mais cara mas é a única 50mm da Nikkor que poderá usar com compatibilidade a 100% com a D3000.
Cumprimentos

jobravo disse...

Que situação, o melhor seria vender a D3000 e pegar uma motorizada, pois as lentes são bem mais barata?

José Loureiro disse...

Essa não será certamente a solução mais barata.... Actualmente, a câmara Nikon mais acessível que consegue “trabalhar” com objectivas sem motorização (AF-S e AF-I) é a D90… depois dessa será a mais recente D7000.
Em relação às objectivas, de facto, inicialmente só objectivas mais caras é que possuíam sistemas de motorização internos pois eram mais rápidos e silenciosos. Depois, com o lançamento da D40, a Nikon introduziu uma nova tradição nos corpos de câmaras da marca: a ausência de sistema de focagem mecânico interno. Daí que tenha “lançado” algumas objectivas mais baratas, vulgarmente designadas de “Kit”, a fim de serem comercializadas com as tais novas câmaras. Portanto, de um momento para o outro, ficamos com objectivas AF-S de “topo” rápidas mas com preços elevados e as chamadas de “Kit” relativamente acessíveis mas mais limitadas em termos de abertura máxima, robustez, recorte… A restante gama de objectivas, designadamente quanto às denominadas “prime” (distância focal fixa), tem sido gradualmente substituída. Todavia ainda não chegou a vez da Nikon 50mm 1.8 AF-D.
É pena que esta nova “politica” ou estratégia da Nikon limite o uso, nos modelos das câmaras de entrada de gama e mais acessíveis (sem sistema mecânico de focagem), somente a objectivas AF-S ou AF-I mas, na realidade, é assim mesmo.
Cumprimentos

jobravo disse...

Jose Loureiro, peguei uma 35 mm f/1.8 af-s, posso te dizer que é uma otima lente, estou fazendo otimas fotos com ela e não estou sentindo falta da 18-55, estou para receber a 55-200 só que é escura, depois te passo os resultados com esta tele.obrigado e abraços

Anónimo disse...

Como é vasto esse mundo fotográfico. Cada um de nós temos os nosso objetivos e motivos para usar a fotografia. Eu, por exemplo, queria registrar o crescimento da minha netinha, por isso, deixei uma Nikon FM 10 e parti recentemente para uma Nikon D5000, lente kit 18-55 e já ótimas fotos. Logicamente se fosse para fotos de pássaros do Pantanal Matogrossensse, teria que ser outra lente e po aí vai. Enfim, eu, de nada tenha a reclamar. Abraços, J. Loureiro, seu blog é de peso. Valeu. Cesar.

BABI disse...

BOM DIA, TUDO BEM!!
SOU INICIANTE E LEIGA, MAS COMPREI UMA D3100 E GOSTARIA MUITO DE SABER QUAL LENTE POSSO USAR, SUPERIOR A 18-55.

OBRIGADO E TEU BLOG É DE PESO MESMO.

BÁRBARA.

José Loureiro disse...

Olá Bárbara.
Há três factores principalmente responsáveis pelo facto de poderemos dizer que determinada objectiva é melhor que outra… São eles a meu ver: A qualidade óptica da objectiva; a sua abertura máxima e a qualidade de construção/robustez. Todavia, não basta que uma objectiva preencha esses três requisitos para que a possamos considerar “a melhor”… existe ainda um outro factor que devemos ter em conta: A distância focal ou, no caso dos zoom’s a amplitude de distancias focais que abarcam. Dito duma maneira simples: uma objectiva 105mm Macro, que é uma excelente objectiva para macrofotografia, jamais substituíra uma objectiva grande angular ou Fisheye mesmo que qualquer das segundas sejam de menor qualidade óptica, de construção e de abertura… Simplesmente são destinadas a fins e utilizações diferentes.
Por isso, neste momento, não existe nenhuma objectiva “superior” que substitua directamente a 18-55mm. Para isso (para conseguir ter a mesma amplitude de imagem) teria de adquirir duas objectivas. Por exemplo uma Nikkor 14-24mm f/2.8 e uma 50mm f/1.8… Teria ainda outras soluções como a 18-105mm VR mas sinceramente não acho que a diferença entre ambas valha o investimento (para quem tem já uma 18-55mm e para o tipo de utilização que quem começa na fotografia faz)… a não ser pela maior amplitude de distâncias focais que possibilita.

BABI disse...

MUITO BOA NOITE E MUITO OBRIGADO!!
ME AJUDOU MUITO...

FICA COM DEUS E TENHA BOAS FESTAS!!

Alessandra Claveland disse...

BOA TARDE!
ESTOU PARA COMPRAR MINHA PRIMEIRA MÁQUINA+ ESTOU SEM SABER QUAL NIKON COMPRAR?

José Loureiro disse...

Existem várias opções!
Antes de mais, deve ter em consideração o valor que pretende despender. Depois, ponderar até que ponto a utilização que pensa vir a fazer da câmara justificarão, ou não, a aquisição dum modelo mais, ou menos, caro… enfim, depende de vários factores.
Poderá pesquisar acerca das características e opiniões sobre vários modelos de câmaras Nikon procurando na barra lateral do blog...

Regina Bentes disse...

olá! Tenho um D60 uso a lente do kit
AF-S nikkor 18.55mm135-56GII ED.
vi nas fotografias o botão VR logo a baixo do Botão A M. Mas essa que tenho aqui no tem o botão VR.
Ja pesquisei e todas as fotografias tem esse botão só a minha lente que não tem. Será que é porque é um modelo de lente mais antiga?
Parabens pelo blog!

José Loureiro disse...

Olá Regina.
Existem 3 versões (muito idênticas em design e tamanho) desta objectiva:

• 18-55mm f/3.5-5.6 AF-S G ED DX
• 18-55mm f/3.5-5.6 AF-S G II ED DX (actualização/melhoria do modelo anterior. O sistema de focagem passou a ser mais rápido, silencioso e preciso)
• 18-55mm f/3.5-5.6 AF-S G VR DX

Por isso, a sua será uma das duas primeiras séries… A segunda série distingue-se facilmente da primeira pela inscrição “II” a seguir à letra G. Quanto á terceira, distingue-se pela inclusão do botão comutador do sistema VR (e pela inscrição no corpo da objectiva “VR”).

Victor César disse...

Boa Noite senhor José Loureiro!

Estou para comprar uma Nikon D5100, mas não deixo de pensar na D90. Apesar das melhoras significativas da primeira, qual seria para o senhor a melhor compra?
Com os meus cumprimentos,
Victor César

José Loureiro disse...

Olá Victor.
A sua pergunta é de difícil resposta… Regra geral, o dilema na aquisição duma câmara pressupõe que ambas as opções ponderadas estejam dentro da mesma gama e tipo de câmaras. O que não é o caso. Além disso, a minha escolha poderá não ser, necessariamente, a mesma ou a mais acertada para si.
Existem várias diferenças entre as características das duas câmaras. Em alguns aspectos a D90 será melhor que a D5100. Noutros será o contrário….
No entanto, uma vez que a Nikon D5100 e a D90 são câmara de segmentos diferentes deve ponderar qual o tipo de utilização que vai dar à câmara e quais são os aspectos mais relevantes e determinantes na aquisição da sua D-SLR. A D90 destina-se a fotógrafos avançados permitindo uma utilização mais intensiva e um melhor acesso às suas funcionalidades. A D5100, por seu lado é uma câmara mais prática, para uma utilização menos intensiva e beneficia duma melhor qualidade de imagem a valores ISO mais elevados…
Outra grande diferença, …ou não… A D90 permite a utilização duma maior gama de objectivas. Mas isso poderá só ter interesse para quem já as possua ou, especificamente, goste duma determinada objectiva que não seja auto-motorizada.
Concluindo: A D5100 é um produto mais recente que, mesmo sendo duma gama inferior ao da D90 beneficia dalguns avanços tecnológicos face à segunda. Por outro lado, a D90 continua a ser uma boa câmara e, agora que saiu de produção, é vendida com preços muito atractivos…
Provavelmente a resposta não ajudou muito (ou nada…) mas, penso que terá de ser o Victor a definir quais as características que mais valoriza (ou necessita) numa câmara fotográfica e depois decidir em consonância…
Em termos de qualidade de imagem penso que nenhuma das duas o desiludirá!

Victor César disse...

Olá senhor José Loureiro!

De facto, as suas dúvidas são exactamente as minhas. Já avaliei as duas máquinas e a minha escolha será, provavelmente, a D5100, uma vez que sou um fotógrafo médio e esta máquina ainda permite o video em HD.
Mas ouvir a opinião de um "mestre", é sempre agradável, mesmo que à partida a escolha esteja quase concluída.
Obrigado pelas suas palavras.
Cumprimentos,
Victor César

Anónimo disse...

Olá, desde já parabéns pelo blog! tirou-me bastantes dúvidas!

Tenciono comprar a Nikon D3100 e além das fotos comuns para uma amadora que adora fotografia, tenho outra grande finalidade que é tirar fotos a corridas de automoveis, que acompanho com frequencia. A minha grande duvida sao as objectivas. Tenho 2 opçoes:
- Um "kit" Lente AFS DX 18-55mm GII + Lente AFS DX 55-200mm VR

ou

- só a AF-S DX 18-105mm f/3.5-5.6 G ED VR

Na sua opiniao, qual é a melhor opção?

Obrigada,
Cumprimentos

José Loureiro disse...

Na minha humilde opinião (que vale o que vale…) penso que o conjunto “Kit” 18-55mm + 55-200mm seria a melhor opção para o seu propósito.
• Desvantagem: Ter de trocar de objectivas (mas é para isso mesmo que servem as SLR)…
• Vantagem: Praticamente o dobro da distância focal. Algo que nunca é demais para fotografar bólides em corridas!

Ainda outra opção (embora mais cara…): A Nikkor 18-200mm VR e fica com o melhor dos dois mundos…!

Anónimo disse...

Obrigada pela sua disponibilidade e ajuda.

Continue com o seu excelente trabalho.

oridivalcomunica disse...

Ola garoto!!! Gostei do seu seu esclarecimento, que muito me ajudou sobre a objetiva Nikor 18-55mm, Eu tenho uma Nikon D60 que vem com esta objetiva e gosto do resultado, me satisfaz. Contudo peguei um novo serviço e estou com vontade de adquirir uma lente para abrir a imagem um pouco mais a dificuuldade esta na distancia que não pode ser alterada, mas eu preciso de mais alcance de abertura horizontal. Pode me ajudar? A resposta estaria em adquirir uma lente Objetiva Nikon normal AF Nikkor 50mm f/1:1.8 D Autofoco ? Aguardo em oridivalcomunica@hotmail.com

José Loureiro disse...

Oridival (?)
Não sei se percebi a sua questão…. Precisa duma objectiva com uma distância focal de 50mm mas mais luminosa?
Se é esse o caso, a Nikkor 50mm f/1.8 será uma boa opção. Só não pode ser a que indica: A Nikkor 50mm f/1.8 D! Essa versão “D” não possui motorização interna e não focará automaticamente na sua Nikon D60!
Terá de comprar uma Nikkor 50mm f/1.8 mas que seja a versão AF-S G! Só essa poderá ser usada em “Autofocus” na sua câmara.

VHenriques disse...

Boa noite,

Sou novato na fotografia e estou agora a dar os primeiros passos. Tenho uma D3000 com objectiva Nikor 18-55mm mas queria uma solução para um bom zoom. O que me aconselha entre os 200mm e os 300mm?

Obrigado

Jose Loureiro disse...

Para quem possui uma zoom de distâncias focais ditas “normais”, entre os 18-55mm, o complemento será uma teleobjectiva que cubra distâncias focais a partir daí (ou até um pouco mais – 70mm) até aos 200/300mm.
As opções são variadas. Desde as Nikkor 55-200mm; 55-300mm; 70-300mm até opções doutros fabricantes existe muito por onde escolher…
As questões principais a observar na altura de escolher e comprar uma teleobjectiva (ou outro tipo de objectiva qualquer…) devem ser o valor que temos disponível para a sua aquisição e a justificação do preço a pagar em função do tipo de utilização que lhe vamos dar.
Em relação ao primeiro aspecto, costuma-se dizer que devemos comprar sempre o “melhor vidro” que podemos. Bom, essa frase não é de todo errada pois as objectivas não “perdem qualidade” ao longo do tempo e acaba por se tornar vantajoso adquirir desde logo uma boa objectiva pois este tipo de equipamento é o elemento essencial e que mais contribui para a qualidade das fotografias e vai aumentando de preço… Pelo contrário, os corpos das câmaras, de ano para ano, vão melhorando com o lançamento de novos modelos e os preços acabam por vezes por se manter ou pouco aumentar…
No entanto, acho que o segundo aspecto que referi acima (justificação do preço) acaba por ter, também, estrema importância. Em relação a esse factor cada um de nós é que saberá responder melhor que ninguém até que ponto o tipo de fotografia que fazemos e a utilização que damos às fotografias justificam ou não o preço a pagar por determinada objectiva (…ou outro qualquer equipamento fotográfico).
Resumindo:
Primeiro terá de definir um valor a pagar tendo em conta o tal factor subjectivo “justificação desse valor” e depois disso é que poderá ir seleccionando as várias opções disponíveis…

VHenriques disse...

Bom dia caro José,

Desde já o meu obrigado pelo comentário e disponibilidade.

No entanto, se possível, gostaria de uma conselho seu: é indicado comprar as Nikkor ou as dos outros fabricantes são também "boas". E quanto ao VR, obrigatório a estas distâncias, certo?

Obrigado.

Jose Loureiro disse...

Começo pelo fim… a resposta à parte final da sua pergunta é concreta e fácil:
Sim, em relação aos sistemas de estabilização (no caso da Nikon – o sistema VR), neste tipo de objectivas (Teleobjectivas), eles são sempre bem-vindos.
Já em relação à questão da diferença de qualidade das objectivas produzidas pelos diversos fabricantes é um pouco difícil de responder-lhe… A questão não pode ser posta assim de maneira tão linear e tem se ser vista caso a caso (objectiva a objectiva - em concreto) e, claro, entre produtos da mesma gama ou que, de certa forma, sejam concorrentes.
Regra geral, quer as objectivas Nikkor, quer as Canon, apresentam preços relativamente mais elevados do que as objectivas concorrentes produzidas por outros fabricantes. De igual modo, essa diferença de preço (geralmente…) traduz-se também (na minha opinião) nalguma melhor qualidade - seja ela em termos de resolução/definição óptica, seja em termos de construção. Mas, tal como acima disse, há casos e casos e nem sempre é assim…

Anónimo disse...

Boa tarde Jose Loureiro.
Primeiramente te parabenizar pelos esclarecimentos e informações e atenção com todos.
Bem, já visitei alguns sites e vi muito sobre essa

lente AF-S VR Zoom Nikkor 70-300mm f/4.5-5.6G - Nikon.

Queria saber de você se as fotos de pássaros feitas com ela (lente 70 300 VR), ficam melhor usando-a numa Nikon D90, numa Nikon D3100 ou as fotos ficam com a mesma qualidade porque os 70 300vr vão ter a mesmo efeito em qualquer uma delas?

Desde já obrigado!

Jose Loureiro disse...

Ficam exactamente com a mesma relação de reprodução (aumento).
Ambas as câmaras possuem um sensor de formato DX pelo que multiplicam a distância focal indicada por 1,5 vezes.
Tanto numa câmara, como noutra, os 300mm de distância focal máxima equivalerão (no tradicional formato de película 35mm – FX) a 450mm. As aberturas máximas (f/5.6), todavia, mantêm-se inalteradas.
Penso que era isto que queria saber…

Anónimo disse...

Em relação aumento ficam exatamente igual, e a qualidade da foto também é igual?

Jose Loureiro disse...

O que me está a perguntar agora nada tem a ver com a objectiva mas sim com a comparação entre câmaras. Ou seja, quer saber qual das câmaras tem melhor qualidade de imagem, certo?
Bom, são câmaras de segmentos diferentes… A Nikon D90 é uma câmara para fotógrafos avançados, com acesso mais directo a funções e com mais funcionalidades e a Nikon D3100 é uma câmara de entrada de gama. Não são modelos concorrentes nem compráveis…
Em todo o caso, nas mãos certas, qualquer uma delas é capaz de produzir excelentes imagens!

Fuzina disse...

Olá! Eu sou amadora, comprei uma NIKON D5100, com lentes Nikon AF-S DX Nikkor 18-55mm. E percebi recentemente que a máquina não foca imagens de longe no automático. Fiquei preocupada! Será que queimou o motor de foco? Preciso de ajuda! Abraços!

Jose Loureiro disse...

Não! Quando avaria o sistema de Auto-focagem (AF-S) tanto não foca ao longe como ao perto!
O problema que relata pode ser consequência duma série de factores… Curiosamente está para “sair” no Blog um artigo que talvez possa também no seu caso ser o responsável pelo problema: Filtros! Está a usar algum na frente da objectiva? Se sim, retire-o e verifique se o problema persiste.
Outra eventual razão: Falta de um elemento com contraste! O sistema de focagem funciona por detecção de contraste. Por isso, se está a tentar focar uma superfície ou tema isento de linhas ou elementos de contraste a câmara não vai focar… Por exemplo um céu sem nuvens… Tente encontrar um elemento de contraste no infinito e enquadre-o com a zona de focagem que está a utilizar. Só desse modo a câmara detectará o local que pretende focar.

Cesar disse...

Olá, J. Loureiro.


Penso em trocar minha lente kit 18~55mm, da Nikon D 5000, por essa novata que a Nikon lançou recentemente: 18 ~140mm f.3.5 - 5.6. Meus assuntos são, na maioria, pessoas. Teria algum ganho?

Falando nisso, as lentes F2.8 são mais claras que as f3.5 em toda a sua extenção focal?

Explico minha dúvida:

Duas fotos feitas sob as mesmas as condições com as mesmas regulagens na câmera ( em f22 por exemplo ). Qual delas ficaria melhor? àquela feita com a lente mais "cara"?

Grato,

Cesar.

Jose Loureiro disse...

Olá César
A vantagem da 18-140mm está na distância focal acrescida (dos 55 aos 140mm) o que lhe permitirá fotografar objectos mais distantes, ou melhor, conseguir um nível de “ampliação” maior fotografando à mesma distância ao objecto que com a 18-55mm. Outra diferença reside na qualidade da objectiva (a nível óptico e de construção) – a 18-140mm é uma objectiva de gama média e a 18-55mm é uma objectiva de entrada de gama ou de “Kit”.
2ª questão: Sim. f/2.8 é uma abertura de diafragma que permite maior entrada de luz que f/3.5. No entanto, só em objectivas (zoom) de abertura máxima fixa é se pode dizer que a aberura máxima é constante ao longo das várias distâncias focais. Existem objectivas de abertura máxima variável em que os f/2.8 correspondem à abertura máxima quando a objectiva é utilizada na sua distância focal mínima mas à medida que vamos aumentando a distância focal a abertura máxima vai diminuindo (aumentando o valor f/stop).
Accerca deste assunto pode ver este artigo e certamente que ficará mais esclarecido… pode ver aqui
Em relação à sua última questão, em teoria assim é. Mas isso não tem a ver com a abertura mas sim com a qualidade de construção e óptica das objectivas. No entanto, regra geral, as diferenças quando utilizámos objectivas de distintas qualidades com a mesma abertura são mais notórias nas suas aberturas máximas do que nas mínimas. Ou seja nos valores f/stop mais pequenos (por ex. f/3.5).

Doces em Casa disse...

OLá José.

Obrigada por todos os seus esclarecimentos!
Sou fotografa amadora e usa a máquina essencialmente para fotografar panorâmicas, natureza e os pratos que executo para partilhar no meu blog.

Penso adquirir uma: Nikon D5100 + AF-S DX 18-55mm f/3.5-5.6G VR.
Considera o mais adequado?
Obrigada pela ajuda!

Jose Loureiro disse...

Penso que lhe respondi a esta questão pela página do Facebook…
No entanto, cá fica a mesma resposta:
“Para o que precisa, de início sim. Com o decorrer do tempo, se sentir necessidade de fotografar algo que com a 18-55mm não lhe dê resultados satisfatórios, então é que deve pensar adquirir outra... Um complemento, por exemplo, uma teleobjectiva (tipo 55-200mm/300mm) ou uma objectiva específica para Macrofotografia...

Anónimo disse...

Olá...tenho uma Nikon D3000 e veio com 2 objectivas uma 50mm e uma de 18-55mmm....Infelizmente estava dentro da pasta e caiu até ai a objectiva de 18-55mm ficou escura e não faz bem o zoom e também encrava não desliza com facilidades.....Numa tentativa de ver o que tinha so piorei agora ela esta totalmente escura...Para ver so mesmo com presença de muita luz.....Tem alguma forma de arranjar???? Estou desesperada.......

Isabel

Jose Loureiro disse...

Olá Isabel
Pelo que relata, tanto pode ser uma coisa de simples reparação e sem necessidade de peças novas, como não… A única e sensata opinião que lhe posso dar é a de levar a objectiva a um técnico ou representante da Marca a fim de verificar a situação.
Aconselho também a perguntar o custo da reparação pois, face ao baixo valor da 18-55mm, pode não valer a pena o custo…
Por vezes as reparações equivalem a mais de 50% do custo duma nova…

Anónimo disse...

Olá, muito bom o seu blog. Tenho um D3100 com lente do kit ( 18-55 ). Pretendo comprar uma lente, minha duvida é que gostaria de uma 18-200 mm. Pesquisei Tamrom 18-200 , Sigma 18-250 DC OS HSM e Nikon 55-200mm ... Faixa de preço entre U$$ 200,00 e US$ 350,00. Mas vi sobre peso e tamanho das lente na D3100 ( A sigma quase cobre o botão de liberar a lente)... Pode me indicar a melhor ( amador => custo beneficio ) Obs. Comprar na B&H ..... Grato, Cicero.

Jose Loureiro disse...

Olá Cicero
Antes de mais as minhas desculpas pela demora mas este fim de semana estive para fora num Workshop e tenho uma série de email's e respostas para dar...
Bom, os preços que estou acostumado são do mercado Europeu e em euros. Por isso, estou um pouco de "fora" dos preços praticados no Brasil ou em US$...
Sinceramente o que lhe posso dizer é que como já tem a 15-55mm penso que a opção mais sensata seria optar pela 55-200mm ou, eventualmente, pela 55-300mm. Outra opção são as 70-300mm.
Quanto a preços terá que pesquisar...

Antonio Jose disse...

nikon af-s dx nikkor 18-105mm f/3.5-5.6g ed vr
Para uma Nikon D3200 qual a sua opinião??
tenho as duas lentes do kit 18-55 e 55-200.
esta seria a opção do faztudo sem ter q trocar de lente naqueles momentos.

Jose Loureiro disse...

Caro António
Penso que estará melhor “servido” com o que tem do que fazendo a “troca” pela 18-105mm da Nikon…
A trocar, talvez a melhor opção fosse a 18-200 VR da Nikon.
Se é por uma questão de versatilidade e comodismo de ter uma única objectiva (para viagens ou férias, por exemplo), existem ainda outras opções doutras marcas…

Menina Ladina disse...

Bom dia, que vantagem teria uma lente de 35mm em relação a esta 18-55mm para a nikon d3200? Obrigada

Jose Loureiro disse...

Se for uma objectiva 36mm de abertura luminosa, de boa qualidade
óptica e de melhor nível de construção teria essas mesmas vantagens. De resto, em termos de distância focal. não acrescenta nada de novo à 18-55mm uma vez que essa distância focal (35mm) está englobada na amplitude focal da zoom que vai dos 18 aos 55mm.
Por norma as objectivas de distância focal fixa, denominadas vulgarmente como "Prime" caractreizam.se ainda por um melhor controle das deformações e aberrações cromáticas.
Como desvantagem pode indicar-se a menor versatilidade em relação às objetivas zoom.

Christian F. Carvalho disse...

Olá boa tarde.
Estou a pensar comprar um nikon d5300, e existe uma promoção muito boa desta maquina mas com a objetiva AF-S DX18-55MM G , e a mesma máquina com a objetiva AF-S DX18-55MM G VR custa muito mais. Como não sou nenhuma profissional , gostava que me explicasse se a diferença entre elas é notória, ou se compensa mais comprar logo a máquina com a objetiva VR.

Jose Loureiro disse...

Olá Christian
O artigo (na parte final) refere as duas versões e a opinião que tenho acerca das diferenças entre elas por isso não há muito mais a dizer... Todavia, o que deve ter em atenção é que se está a comparar preços existentes em diferentes Lojas/Sites pode estar a ver exatamente o mesmo conjunto. Por vezes a designação que anuncia o produto é abreviada... e portanto trata-se do mesmo conjunto... em lojas e com preços diferentes!