"Nova" Nikon D7100 ou D7000 (simplesmente) renovada?






Tal como o vídeo, a D7100 não traz muito de novo em relação à D7000. Não me interpretem mal... A D7000 é uma excelente câmara mas, sinceramente, esperava algo mais desta D7100 que simples melhorias ao nível de vídeo e aumento de Megapixeis em relação à sua antecessora.... Blindagem... ah, claro que foi melhorada também... mas basicamente continuamos com uma D7000 evoluída e não uma nova câmara! Talvez uma D8000 ou, porque não, uma D400?! Quando se pensa que esta poderá ser a câmara de fim de gama das DX e a D600 o início da gama FX parece faltar qualquer coisas pelo meio.... Pessoalmente, acho que uma D400 seria a câmara ideal para colmatar esse nicho.
O único elemento (quanto a mim) digno de relevo é a isenção do tradicional filtro "Low-pass". Um filtro que todas as D-SLR Nikon possuem imediatamente antes do sensor que se destina a "suavizar" as imagens captadas tornando-as menos definidas. Por estranho que pareça, esse processo destina-se a eliminar aberrações na imagem como o "efeito Moiré" ou a filtrar os raios UV de modo a permitir melhor imagem. Vamos a ver como é que a Nikon resolveu esses casos retirando o filtro "Low-pass"... Em teoria, sim, a imagem será mais definida mas há que resolver o problema das aberrações...

Em baixo podem verificar as diferenças entre as características da Nikon D7100 vs D7000:
(Dados oficiais da Nikon USA)

Nikon D7100
Nikon D7000
Resolução:
24.1 Mp
 
Tamanho Sensor:
23.5mm x 15.6mm
 
Formato e tipo de Sensor:
DX (CMOS)
 
Formato cartões de gravação:
SD
SDHC
SDXC
 
Nº de fotos por segundo:
6
( 7 no modo 1.3x crop )
 
Valores de Sensibilidade ISO:
ISO 100 - 6400
Hi-1 (ISO 12,800)
Hi-2 (ISO 25,600)
 
Formato e resolução grav. Vídeo:
HD 1,920x1,080 / 60i
HD 1,920x1,080 / 50i
HD 1,920x1,080 / 30 fps
HD 1,920x1,080 / 25 fps
HD 1,920x1,080 / 24 fps
HD 1,280x720 / 60 fps
HD 1,280x720 / 50 fps
 
Tamanho e tipo de LCD:
3.2 in. Diagonal
Wide Viewing Angle TFT-LCD
 
 
Tipo de bateria:
EN-EL15 Lithium-ion Battery
 
Dimensões e peso:
Width: 5.3 in. (135.5mm)
Height: 4.2 in. (106.5mm)
Depth: 3.0 in. (76mm)
 
23.8 oz. (675g)
Resolução:
16.2 Mp
 
Tamanho Sensor:
23.6mm x 15.6mm
 
Formato e tipo de Sensor:
DX (CMOS)

Formato cartões de gravação:
SD
SDHC
SDXC

Nº de fotos por segundo:
6


Valores de Sensibilidade ISO:
ISO 100 - 6400
Hi-1 (ISO 12,800)
Hi-2 (ISO 25,600)
 
Formato e resolução grav. Vídeo:
HD 1,920x1,080 / 24 fps
HD 1,280x720 / 30 fps
HD 1,280x720 / 24 fps
VGA 640x424 / 30 fps
Movie with sound
 
 
 
Tamanho e tipo de LCD:
3.0 in. Diagonal
Super Density
Wide Viewing Angle TFT-LCD
 
Tipo de bateria:
EN-EL15 Lithium-ion Battery
 
Dimensões e peso:
Width: 5.2 in. (132mm)
Height: 4.1 in. (103mm)
Depth: 3.0 in. (77mm)

24.3 oz. (690g)

 

19 comentários:

Kilson Santos disse...

Bom dia
Pelo que vi não tem muita coisa diferente,só no video e peso,e no revestimento,,pelo visto vou ficar com a minha D7000 por muito tempo,bela postagem.

Marcio Angelin disse...

Acho que ela não vai substituir a D300s
http://nikonrumors.com/2013/02/24/nikon-europe-the-d7100-is-not-positioned-to-replace-the-d300s.aspx/

Andre Monteiro disse...

Não concordo plenamente: a D7100, além de não ter o filtro lowpass (hoje só a D800E e algumas Leica tiraram o filtro, por isso tem nitidez absurda), tem um crop de 1.3 sobre o 1.5, o que para quem fotografa vida silvestre representa um ganho excelente. Por exemplo, uma 400/2.8 se transforma em uma 780/2.8 e ainda com 15Mp(!!!), o que é uma super tele luminosa! Agora, quanto à D400, concordo: a D7100 não supre os usuários que tem na D300/D300S sua principal camera. A Nikon ainda deve uma sucessora para elas. Abs.

Silva disse...

Caro Loureiro, acho que a D7100 é uma evolução da D7000 e não um modelo revolucionário. Mesmo assim trouxe algumas coisas novas e importantes além do sensor. Mas seu comentário me deixou curioso: O que você esperava que a Nikon trouxesse neste novo modelo e que faltou?

Jose Loureiro disse...

Respondendo a todas as vossas questões (ou, pelo menos, tentando…), então cá ficam as seguintes explicações:
Na altura em que foi publicado este “post” as informações que tinha davam conta que a D7100 seria a câmara de “topo” da gama DX. A própria Nikon fez subtilmente parecer o anúncio dessa forma… Bom, partindo desse pressuposto, então em que é que a D7100 poderia ser melhor? Em dois aspectos: Ergonomia e funcionalidade! A questão da blindagem está ultrapassada (a ser, desta vez, efectivamente como anunciado – relembremo-nos que a D7000 também chegou a ser anunciada como blindada e construída totalmente em liga de metal… e só parcialmente o é…). No entanto, com a coexistência da D300/300s e da D7000, notoriamente a segunda inseria-se num segmento imediatamente inferior – a Nikon D7000 era (é) designada de câmara para fotógrafos avançados. Por sua vez a Nikon D300/300s tem raízes num segmento diferente e para um publico diferente – erradamente ou não ficou popularizada pela associação como câmara da gama “profissional” ou “semi-profissional” (seja lá o que isso quer dizer…). Bom resumindo: Câmaras de diferentes segmentos (bem delineados) e para diferentes tipo de clientes.
Nesse sentido, a acabar uma delas, e a existir uma câmara de “topo” com sensor DX faria, a meu ver, muito mais sentido um produto na sequência do segmento criado pelas D200/300 do que das D7000…
Dadas estas explicações, vamos falar da questão do filtro “low-pass”. Bom, em teoria (e presumivelmente na prática) a ausência do mesmo permitirá imagens mais definidas. Mas então porque é que os fabricantes insistem em colocá-lo antes do sensor? A razão é simples. A inexistência do dito filtro provoca grandes problemas no que diz respeito ao efeito “moiré”. Esses problemas serão mais notórios ainda no caso duma utilização vídeo. Depois, e não menos importante, porque seguramente a maioria dos utilizadores não notarão qualquer diferenças nas imagens capadas pelo mesmo sensor com ou sem filtro “low-pass”! No caso da Nikon D7100 e atendendo ao publico alvo da mesma, a ausência ou não do filtro ainda será mais irrelevante. Porque? Para serem “observáveis” diferenças, teremos de pensar na origem da imagem – a captura! Ora, a maioria dos clientes da Nikon D7100 certamente que se ficará por objectivas de gama de “Kit” ou média… Não estou a ver muitos a quererem comprar objectivas da Nikkor ou da Carl Zeiss a custar o dobro ou o triplo do que pagaram pela própria câmara… e só com objectivas capazes duma resolução elevada (medida em termos de linhas por milímetro) é que fará sentido tal capacidade. Acredito que poucas serão as objectivas da gama Nikkor capazes de fazer brilhar a D800E fazendo notar diferenças nas imagens captadas e valer a diferença de preço para a D800…
Mas que fique claro que, caso o problema das aberrações (e principalmente do efeito moiré) esteja resolvido, a isenção do filtro é sempre bem vinda!
Depois, a questão do factor “crop” 1.3x… Bom argumento, o formato (novidade até aqui) acaba por ser uma aproximação ao formato 4/3. Ou seja, 1/2 dum formato APS-C, equivale a metade do tamanho FX. Acho que esta poderá ser uma mais valia a manter em todas as futuras APS- C! E porque não, também nas FX (que já fazem os 1.5x…), uma vez que as actuais resoluções dos recentes modelos já são bem generosas? Sempre se poupava tempo a fazer os crop’s, quando necessário, em pós-produção, não?
Por último, as boas notícias são que, presumivelmente, nos próximos dias (será…?) a Nikon anunciará, então, a câmara substituta da D300s. A ver vamos…!
Um abraço a todos

William disse...

Perfeito, José Loureiro. Como sempre, seus artigos e comentários são muito elucidativos e demonstram todo seu conhecimento.
Estou sempre passando por aqui para aprender um pouco.

Abraços,
William.

Vidal Pinheiro disse...

Bom dia José Loureiro, antes de mais parabens pelo seu Blog, agora relativamente a 7100 so acrescentaria alguns dados, na realidade a 7100 substitui duas camaras da Nikonm, a 7000 e a D300S é que após um inquerito feito aos clientes das duas camaras a nikon chegou a conclusão que eram utilizadas em cerca de 85% dos casos para as mesmas funçoes.

segundo pode apurar junto da Nikon em espanha não esta prevista no horizonte da Marca nem a D8000 nem a D400, esta D7100 vem substituir as duas que ja referi quanto ao filtro de passo baixo (low pass) segundo me disseram a tendencia sera para desaparecer em toda a gama, pois segundo inqueritos realizados os clientes estão mais preocupados com a degeniçao de foco do que com as pequenas imperfeiçoes, geradas pelo moire, exemplo disso a nova coolpix A que tambem ja não o tem, esta nova camara é basicamente uma D7000 em corpo de compacta com uma focal fixa de 28mm sençor e processador da D7000, mas sem o filtro de low pass, e com o preço de uma DSLR aqui em espanha 1100 euros.

Anónimo disse...

Olá a todos,
Eu tenho uma D7000. Em minha opinião só perde um pouco pela performance ISO. Mesmo assim, e sendo um sensor DX, o ISO tem uma excelente qualidade.
Alguém já experimentou a D7100? O que podem dizer?
Creio que as opiniões têm mais relevância baseadas na experiência própria.
Cumprimentos

Fernando Lo Bianco disse...

Por ser recém lançada sempre apareçe alguns defeitos, a minha por ex, não esta mais focando no automatico e a não fotografa mais, apareçe tudo preto, pareçe que perdeu a leitura da lente.

Anónimo disse...

Boa tarde,
Desde já muitos parabéns pelo seu blog.
Não sei se estou a colocar a questão no sítio mais indicado, mas... vou arriscar já que fala da D7000 ;-)
Estou a pensar comprar uma nova máquina, pois a que tenho é a F70 com duas lentes (AF 70-210D e a AF 35-80 D), tenho até agora usado uma compacta, mas queria voltar a ter uma "máquina" nas mãos.
A questão é se devo comprar só o corpo da D7000 (649€) e reaproveitar as duas lentes que tenho, ou comprar o Kit D5200 com a lente a 18-105VR (739€). Qual destas soluções ficarei mais bem servido?
Agradeço desde já a sua opinião.
Melo

Jose Loureiro disse...

Caro Melo,
A sua questão é absolutamente pertinente e, em boa verdade, um dilema… A questão de “aproveitar” as objectivas antigas é, por um lado uma mais valia, mas por outro não tanto assim uma vez que são objectivas de gama média baixa construídas e pensadas para a era analógica… Hoje em dia as objectivas equivalentes permitem melhor qualidade de imagem no que concerne a recorte, controle das aberrações cromáticas e contraste. Além disso, a mínima distância focal com que poderia fotografar com elas, em câmaras DX (como é o caso), seria o equivalente a 50mm (utilizando a 35-80mm @ 35mm). Resta dizer também que só com a D7000 poderia tirar algum proveito acrescido uma vez que com a D5200 perderia a possibilidade de Auto-focagem, como de resto já deve saber…
Bom, analisando então a possibilidade de compra da D5200:
Como já foi dito, perderia a possibilidade de utilizar as objectivas que possui e por outro lado ficaria “apenas” com 105mm de distância focal máxima…
Resumindo: Duma maneira ou doutra, caso reate o “bichinho” pela fotografia, irá certamente gastar mais algum dinheiro numa nova objectiva… Por isso, sendo apenas a minha opinião, porque não optar pela D7000 (que está a muito bom preço) e “aguentar” uns tempos a fotografar com as suas”velhas” 35-80mm e 70-210mm e mais tarde comprar uma objectiva que lhe permita fotografar com maior ângulo? Ou então, optar pela D5200 e mais tarde ponderar a compra duma teleobjectiva…
São apenas ideias e opiniões…

Dundee disse...

Caro José,

Sempre fotografei com Nikon, desde a FM2, pela N70, passei para a D70 já "velhinha" onde estou. A questão é a D7000 é suficente para uma utilização amadora de apaixonado pela fotografia? Ou os €350 de diferença para a D7100 valem o investimento? Esquecendo o vídeo, que não faço, qual a sua opinião?

Obrigado
Miguel Castro Fernandes

Jose Loureiro disse...

Caro Miguel
Actualmente qualquer D-SLR é “mais que suficiente” para fotógrafos amadores. Quer a D7000 quer a D7100 são câmaras talhadas a fotógrafos avançados que queiram (e saibam) explorar as funções e potencialidades destas câmaras. Além disso a construção também acompanha essa tendência.
Depois, se é justificável ou não a actual diferença de preço… Só o Miguel é que pode responder. A ter em conta, além do facto da D7100 ser uma evolução da D7000 é o facto de ser mais um produto mais recente. Agora, muito provavelmente as fotografias que consegue captar com uma, conseguirá, de igual modo, com a outra!

Joaquim Costa disse...

Bom dia, Jose Loureiro desde já os meus parabens pelo seu Blog chamo-me Joaquim Costa e sou um de muitos que por aqui passam para ver e aprender algo novo com os seus post, assim sendo e como esta na hora de trocar a minha potente e velhinha D200 gostaria da sua opinião entre comprar a D300s e a D7100 (modelos adquados ao meu orçamento) ou aguardar pela tão esperada D400, muito obrigado e continue com o seu exclente trabalho.

Jose Loureiro disse...

Olá caro Joaquim
Acerca do dilema Nikon D300s vs D7100 não posso dizer muito mais do que aquilo que já foi dito nos variadíssimos comentários exarados no final do artigo acerca da Nikon D7000…
Quanto à questão do lançamento duma Nikon D400 também penso que está a demorar… a D7100, sendo uma boa câmara, quanto a mim, não substitui completamente a D300/s… Agora para quando a sua aparição isso é que já não sei…

Miguel Siciliano disse...

Prezado José Loureiro,
Gostaria se possível de sua opinião a respeito de uma dúvida que me surgiu. Tenho uma câmera nikon d5100 e estou considerando em adquirir somente o corpo da nikon d7000 + uma lente sigma 17-50mm 2,8, pois trabalho com eventos à noite e entendo que com esse conjunto poderia melhorar a qualidade do meu trabalho. Mas conversando com um amigo, este me desaconselhou a comprar a nikon d7000, pois muitos fotógrafos que a adquiriram estão arrependidos. Sugeriu-me a comprar a nikon d7100 e a lente. A diferença entre aas duas (somente corpo) é de U$ 300. Qual é a sua opinião ou sugestão?
Desde já agradeço a sua atenção.
msmleucci@gmail.com

Jose Loureiro disse...

Olá Miguel
Talvez perguntando a “esses fotógrafos” que estão arrependidos com a compra possa encontrar alguma justificação para comprar (ou não comprar) uma Nikon D7000… Pessoalmente, dos utilizadores que conheço e que têm uma D7000 não me tem chegado queixas….
Em relação ao seu dilema, se ler o artigo e os comentários ao mesmo (nomeadamente as respostas) penso que facilmente encontrará a minha opinião.

Anónimo disse...

Parabens pelo site sempre sigo vc no Face. Bom, sobre a nikon d7100, esta mais nitida, com ISO melhor e tal mas continua c a cor lavada e sem contraste.

Jose Loureiro disse...

Se fotografa em JPG (como penso ser o caso) a solução poderá passar por ajustar as configurações para obter fotos mais nítidas e coloridas...