Nikon Nikkor 50mm f/1.8 Series E




Há já bastante tempo que não falava acerca de nenhuma das objectivas de foco manual que tanto gosto. De facto, hoje em dia, com sistemas de auto-foco, ultra-rápidos e precisos, quem necessita de usar objectivas de focagem manual? E se o fizer por que razão será?

Primeiro que tudo, contrariamente ao que muita gente não saberá, algumas destas objectivas MF (foco manual) continuam ainda a ser produzidas. Actualmente, entre outras marcas como a Carl Zeiss, a Nikon é um dos fabricantes que produz ainda uma série de modelos de objectivas unicamente com focagem manual. Um desses modelos, cujo lançamento ocorreu em 1981 e que continua inalterado desde então, é a Nikkor 50mm f/1.4 da qual há uns tempos atrás dei a minha opinião. (Além da 50mm f/1.4 a Nikon produz e comercializa ainda as objectivas com controlo de perspectiva PC-E e mais outras 7 objectivas prime de foco manual. Penso que, actualmente, nenhum desses modelos consta da gama de produtos da Nikon Portugal).

Sobre a Nikkor 50mm f/1.4 na altura disse que: “…pouco há a dizer. É pequena, simples e… fantástica!”


Bom, sobre a Nikon Nikkor 50mm f/1.8 Series E também há pouco a dizer… é uma objectiva extremamente humilde, ainda mais pequena e mais leve que a versão f/1.4 AI-S, contudo, bem construída e robusta! Os anos vão passando por estas objectivas e, desde que bem cuidadas, elas vão perdurando…

Na realidade, quem possuir os dois modelos pouco uso vai dar à versão f/1.8. A Nikkor 50mm 1.4 AI fica a ganhar em todos os aspectos à excepção do seu peso e tamanho que são superiores à Nikkor 50mm 1.8. Além disso, a qualidade de imagem fica um pouco aquém da 1.4 como penso que na altura referi. As cores não são tão saturadas e tendem a ser um pouco “quentes”. O recorte fica, também, abaixo do que a 50mm 1.4 é capaz. Mas, mesmo assim, é bom!

Depois, continuando em modo de comparação, a aquisição de foco é um pouco mais problemática e não se faz com a mesma simplicidade, eficácia e rapidez do que na f/1.4. Também aqui existe ainda outra diferença: a distância mínima de foco. A da 50mm f/1.4 é de 0,45m enquanto que a desta 50mm f/1.8 é um pouco maior não permitindo a captura de fotos a menos de 0,60m (e não 0,60mm como, por lapso, consta da tabela das especificações).

Quanto ao “bokeh”, é também bom e não fica atrás da f/1.4 (considerando que a última, quanto a mim só é “utilizável” com aberturas superiores à máxima possível (a partir de f/2 ou f/2.8).

Estas objectivas da Serie E foram especialmente concebidas para serem usadas nas câmaras Nikon EM e FG na década de oitenta. Eram conhecidas por serem de preço acessível (mais baratas que os modelos equivalentes AI-S).

Foi, ao que julgo, nesta altura que a Nikkor usou pela primeira vez plástico nas objectivas, que até então eram essencialmente de construção metálica. Todavia, entre as objectivas de Serie E também existiram várias versões de cada modelo. Por exemplo, a da foto é de construção metálica e idêntica à da versão 50mm f/1.8 AI-S. Também, quanto à parte óptica, como já acima referi, é idêntica às da serie AI-S.

Falar destas objectivas, da antiga era analógica e da altura em que nem sequer se falava de AF, pode parecer um pouco descabido. Mas, o que é facto é que, comparativamente, aos seus modelos substitutos actuais, estas podem ser adquiridas a preços muito convidativos e, para quem não se importe de focar manualmente (como, de resto, se fazia unicamente há uns anos atrás) elas continuam a proporcionar uma boa qualidade de imagem e a serem compatíveis, mesmo a nível de medição de luz, com algumas das mais recentes câmaras DSLR da Nikon! (Veja aqui como configurar)

Tal como na Nikon Nikkor 50mm f/1.4 AI é nas aberturas intermédias (f/5.6 - f/8) que atinge o auge do recorte.

Fotografias de exemplo:
(c/um pouco de CS4 à mistura…)



Qualidade Óptica
★★★★
Qualidade de Construção
★★★★★
Versatilidade
★★★★
Manuseamento
★★★☆☆
Valor
★★★☆☆

Artigo relacionado: Teste comparativo à qualidade óptica de objectivas Nikon Nikkor 50mm

5 comentários:

pbl disse...

Lê-se por aí que esta lente é uma excelente combinação com a 5dmk2 para video.
Assim como as Zeiss.

♠♠♠♠Bruno Carlos♠♠♠♠ disse...

estou a comprar uma 50mm f1.4 ais por 350 ja com frete mas daí me surgiu a duvida! quanto vale hoje em dia uma lente 50mm f1.4 ai e uma 50mm f1.4 ais

Jose Loureiro disse...

Ai ou Ai-s tanto faz se for para utilizar numa D-SLR. A construção e a qualidade óptica são semelhantes. Agora o preço… depende muito do estado da objectiva.

Anónimo disse...

Olá, boa noite! Estou a pensar comprar uma nikon d3000 e a minha pergunta é se, com esse corpo, vou poder usar a objectiva de foco manual que tenho da nikon - a 50mm f1.4. Adoro fotografar com ela na minha analógica mas o preço dos filmes/revelação deixa me de pé atrás e como não tenho muito dinheiro para investir num bom corpo digital arranjei um bom negócio para uma d3000. Já li o artigo que tem sobre a compatibilidade mas como só fala em máquinas topo de gama gostava de saber se me podia esclarecer... Há possibilidade de conseguir a compatibilidade? Agradeço desde já pelo blog! Cumprimentos. Se puder responda-me para o meu email: teresa.lamelas.t@gmail.com

Jose Loureiro disse...

Olá Teresa
Fisicamente a Nikon 50mm f/1.4 (se for das séries AI ou AI-S) pode, sim, ser montada na Nikon D3000.
O problema é que a câmara será incapaz de fazer a leitura correcta de luz e só funcionará no modo de exposição Manual (M). Ou seja, terá de ir fotografando e vendo os resultados posteriormente no Histograma e depois acertar a exposição… regula a abertura do diafragma no anel existente na própria objectiva e controla a velocidade de obturação na câmara.
Apesar de não ser o método mais simples e rápido para fotografar, com algumas tentativas conseguirá e certamente que valerá a pena aproveitar a excelente qualidade da Nikkor 50mm f/1.4!.