Natureza-morta

Nikon D200+Nikkor 60mm f/2.8

Continuamos com tempo de chuva…
Assim decidi fazer umas "brincadeiras" com frutos com o intuito de recriar de maneira simples e barata uma iluminação o mais próxima possível da de estúdio. A composição não é a melhor mas a ideia era somente testar, com a simplicidade que a seguir descrevo, a eficácia, ou não, de tal "solução".
Para esta fotografia foram usados dois pequenos candeeiros com uma lâmpada de 40w cada, colocados lateralmente em relação ao motivo. O da direita com uma folha de papel A4 no topo de maneira a difundir a luz de cima para baixo e o da esquerda (tipo foco), direccionado a 45º em relação à câmara, também de maneira a permitir uma iluminação de cima para baixo, nesse ângulo. À volta do motivo, a cerca de 20cm, foram colocadas folhas de papel brancas de maneira a reflectir toda a luz recebida dos candeeiros para os frutos, iluminando-os, assim, de forma homogénea e isenta de sombras duras. Atrás foi colocada uma folha de papel acetinada de cor branca.
Com tudo isto tentei criar uma iluminação suave e difundida de maneira a obter o mínimo de sombras possíveis. As únicas que deixei, propositadamente, foram as da base pois caso não existissem perder-se-ia a sensação tridimensional de volumetria.
Foi regulado, na máquina, o equilíbrio de brancos para "luz incandescente" para evitar um demasiado "amarelecimento" da cor devido à tonalidade de luz usada.
EXIF (Exchangeable image file format):
Abertura: Foi usada f/29 de maneira a permitir uma profundidade de campo suficiente para que todos os frutos ficassem focados.
Medição: Matricial (com focagem ao centro, na tangerina)
Velocidade: 1/3 seg.
Valor ISO: 400
Claro que também foi usado um tripé, cabo disparador e espelho levantado.
Em conclusão: Fiquei com a impressão que, com um pouco mais de cuidados e aprimorando este sistema "home made", designadamente com o uso de lâmpadas de maior potência, se podem ter resultados aceitáveis para certos fins.

2 comentários:

Anónimo disse...

ola . estou presisando de ajuda ...
comprei a uma cemana uma AF-S micro 105mm 1:2.8 G ED, e tenho a nikon D5100,, mas estou tendo problemas na utilisasao da mesma ... o probleminha que me encontro e que o foko da objetiva e desigual .. ou seja ela foka um ponto central e as laterais ,, esta umtima cemana tentei tirar fotos de pequenos incetos , mas eu so consegui focar o ponto sentral ou so as laterais ... vc poderia me ajudar , talves seja so a falta de uma configurasao coreta ...
obrigado desde ja se puder me ajudar.....

Jose Loureiro disse...

Não sei se entendi bem a sua pergunta… Pelo que entendi está a ter dificuldades em focar em certas zonas do insecto, ou melhor, que todo o insecto fique representado na fotografia focado por inteiro…
Esse é um dos “problemas” mais comuns em macrofotografia. Na realidade isso acontece devido à redução extrema no que respeita à profundidade de campo…
Solução: Utilizar a menor abertura possível do diafragma (maior nº f/stop) compensando com a utilização do flash para obter alguma mais velocidade de obturação.
A Macrofotografia tem algumas “nuances” técnicas que devemos saber e compreender para que consigamos controlar a câmara e obter bom resultados….
Penso que poderá esclarecer algumas das suas dúvidas, descobrir algumas técnicas e dicas, consultando no Blog alguns artigos técnicos e informativos aqui»» (abre em novo link)