Tamron 150-600mm | Primeiras fotografias "no terreno"


Corvo-marinho-de-faces-brancas (Phalacrocorax carbo)
Canon EOS 550D + Tamron 150-600mm: @ 600mm, 1/1250 seg., f/6.3, ISO 400


Estando há várias semanas "em pulgas" à espera de receber uma objectiva que tinha curiosidade em testar, hoje lá saí para captar as primeiras fotos com a nova Tamron 150-600mm que foi entregue anteontem pela representante da marca - A ROBISA - para testes!
Uma teleobjectiva zoom deste tipo adapta-se perfeitamente a uns dos temas fotográficos que mais gosto: A fotografia de Aves!
Portanto, nada melhor que experimentar captar umas fotos de aves "no terreno". Aliás, penso que o público alvo deste tipo de objectiva, além dos fotógrafos de desporto (surf, principalmente...) serão os fotógrafos de Vida selvagem, designadamente, de aves.
O dia esteve bastante inconstante e a luz nem sempre foi a melhor mas lá deu para ir testando e ir formando opinião acerca da objectiva.
Como ainda só está disponível a versão para câmaras Canon tive que fotografar com uma câmara dessa marca: Mais precisamente uma EOS 550D.
A Tamron 150-600mm é grande e pesada. Montada numa pequena câmara, como a 550D, parece que só transportamos a objectiva. Aliás convém só manusear o conjunto segurando apenas a objectiva!
Bom, apesar da 150-600mm ter um sistema "VC" (Vibration Control), para ajudar a obter mais estabilização, levei uma monopé.
Dependendo da luz existente, ou melhor, das velocidades de obturação que se conseguem com a luz natural disponível, por vezes o monopé é insuficiente para fotografar correctamente.
Um dos conselhos que posso "dar" a quem estiver interessado em adquirir uma objectiva deste género (bem como qualquer outra com distância focal superior aos 400mm) é a de ponderarem também a compra dum tripé. Os sistemas de estabilização de imagem actuais são efectivos mas com pouca luz (por exemplo, em dias encobertos) nada melhor que um bom tripé para conseguir fotografias nítidas mesmo com velocidades de obturação baixas! A alternativa: subir o valor se sensibilidade ISO até valores que a câmara suporte sem produzir ruído na imagem.
Por muito boa que seja uma Ultra Teleobjectiva só se conseguirão bons resultados com a utilização duma técnica adequada. Esta Tamron 150-600mm não foge à regra e é capaz de captar boas fotografias, com detalhe e qualidade de imagem, (a imagem abaixo é um "crop" da fotografia do topo) mas há que ter em atenção as velocidades de obturação e a estabilização!




Acima dos 300/400mm de distância focal, qualquer pequena "tremida" é suficiente para arruinar o detalhe final! Mesmo com monopé (que não é capaz de produzir uma estabilização de imagem tão eficaz como um bom tripé) há que ter um cuidado especial com a questão da estabilização.
Resumo do dia: Apesar deste ser o primeiro contacto com a Tamron 150-600mm f/5-6.3 deu perfeitamente para testar o sistema de focagem e de controle de vibrações. A focagem é rápida e silenciosa, bem assim, como o sistema "VC" que em exteriores quase só é audível colocando o ouvido encostado ao corpo da objectiva.
E ficamos por aqui... Durante os próximos dias haverá mais!

7 comentários:

juca disse...

obrigado pela apresentação

José Castro disse...

Fabuloso!!!

jose moreira alves disse...

Obrigado pelor compartilha da vossa experiencia e entre linhas colocando e avaliando com os tais pros e contras,obrigado.

domingos disse...

OLá, vai ser uma tentação esta nova Tamron. Obrigado pela apresentação

Eduardo Vaz disse...

Bonitas imagens e obrigado pela apresentação, e sempre um prazer voltar ao seu espaço.
Abraço e bom resto de semana.

http://grande-angular.blogspot.pt/

jose carlos Monica disse...

Bom dia José Loureiro,
em primeiro lugar o meu obrigado pela apresentação.Sempre dá algumas dicas e luzes a quem está deste lado.Também aproveito para retificar sobre um pequeno pormenor que não tem importância ,mas que fica registado.A Canon produziu um Zoom que era o FD 150-600mm f/5.6L construido em 1982. Um abraço e continuação do bom trabalho.

Jose Loureiro disse...

Afinal estava mesmo errado... Obrigado pela correcção!
Um abraço