Filtros ND baratos: valem a pena? Ou valem somente o que custam?



Ao observar as imagens a resposta parece ser bastante óbvia! No entanto...
Certo dia decidi, por experiência, comprar um Filtro de Densidade Neutra, comummente conhecidos por ND (Neutral Density), dos mais baratos que encontrasse. A ideia era a de verificar até que ponto um daqueles filtros baratos (sem sequer qualquer marca) cumpriria a finalidade a que se destinam.
No fundo, a única coisa que um Filtro de Densidade Neutra tem de fazer é reduzir a quantidade de luz que chega ao sensor da câmara, não?
No caso dos ND 8, essa redução é equivalente a cerca de 3 f/stop.
Requisitos para que possa ser considerado um bom filtro: A meu ver, só três!
Primeiro, que não degrade a qualidade de imagem no que concerne ao recorte/definição. O segundo, que reduza todas as cores de forma uniforme. Por último, que não altere, por consequência, o equilíbrio tonal da fotografia.

Primeiro teste: Tabela de gráficos…
Contrariamente ao que esperava… passou!
A imagem não se mostrou muito afectada, em termos de definição, com o uso deste barato filtro ND 8!
Abaixo podem ver (em generoso crop) o resultado do teste:

 Mova o cursor sobre a imagem para ver as diferenças... (caso não consiga visualizar clique aqui)

Até aqui tudo bem…

Agora… o motivo porque sempre digo que os testes a equipamento fotográfico, quer sejam a objectivas, câmaras, filtros, etc., se devem, também, fazer no terreno…
É que quanto ao segundo e terceiro requisito, facilmente se verifica que o filtro que comprei é uma completa desgraça...!!!
No entanto, como sou um teimoso e mesmo assim não me quis dar por derrotado decidi verificar se poderíamos recuperar em pós-produção os maus resultados... Quanto a isso nada melhor que cada um, com o seu grau de exigência, avaliar por si só as imagens seguintes....
(Clique p/aumentar)


O que posso referir é que o filtro em causa custou, se bem me recordo, qualquer coisa próxima duma dúzia de euros...
Posso também garantir que sem um destes filtros ou em alternativa (não reduzindo de igual maneira a luz) um filtro polarizador não seria possível captar uma foto com exposição suficientemente lenta que suavizasse a água.
Posso, por último, referir também que sem editar a foto não obteríamos resultados minimamente satisfatórios. Por isso, a passagem (obrigatória) por um programa de edição e algum dispêndio de tempo nas várias "voltas" necessárias para recuperar a informação são os "remédios" para "safar" as fotografias!
Afinal faltou responder... vale ou não a pena poupar dinheiro neste tipo de filtros?
Pessoalmente acho que não. Nada como uma captura onde conste, logo à partida, a informação de cor, tons, etc., correcta!

17 comentários:

Viper disse...

Obrigado pela análise!
Continua a fazer estes posts que ajudam em muito maçaricos como eu!

Miguel disse...

Finalmente foi desvendado um dos grandes mitos da fotografia. Ás vezes bem sabemos que pagamos forte e feio a marca, mas faltava saber se seria justo ou não a diferença de preço. Graças a si já não restam dúvidas.
Obrigado pelo seu trabalho e vida longa a este blogue.

Eduardo disse...

Acho que a comparaçao com o CPL nao faz muito sentido.
Comparar com ND e sem ND ou ND sem marca e de marca seria mais util.
Um CPL intensifica as cores, logo o ND vai parecer de menos contraste e piores cores.
O importante sera, na minha opiniao perda de resoluçao e color casting.

O CPL na imagem da muito tonalidade azul nas rochas por exemplo, pessoalmente nao gosto.

No entanto concordo com a ideia, sem marca geralmente nao valem a pena. Ha opçoes razoaveis ser ir para Lees or BW. Kood por exemplo.

José Loureiro disse...

Olá Eduardo.
O motivo da comparação do filtro ND com o filtro Polarizador deveu-se somente ao facto dos polarizadores serem os únicos filtros capazes, de certa forma, de “substituir” os ND no que diz respeito à diminuição de luz que chega ao sensor com o respectivo incremento do tempo de exposição. Algo necessário para obter fotos como a do exemplo. A ideia foi só essa…
Cumprimentos

Anónimo disse...

muito importante o comentário do Eduardo, pois pelo título, quem é leigo e desconhece que o CPL é polarizador e não ND (era meu caso) é levado a conclusões equivocadas

Anónimo disse...

ola amigo tenho estado a ver este teu blogue,tenho tido problemas onde comprar esses filtros dn8.toda a gente vende máquinas ,mas nada de filtros.onde poderei comprar??... Agora ,eu tenho a cannon 1000D e queria fazer cascatas (longa exposição)sei que é preciso um porta fitros e filtros e só tenho um polarizador da kokin ,tenho tb uma objectiva 18/55 e uma de 70/300,se comprar esses filtros dá para qualquer objectiva?? é que mais tarde quero comprar uma outra máquina melhor e a objectiva dessa o diametro é maior...pelo menos se souberes onde comprar esses porta filtros com os filtros já era uma boa ajuda ...obrg....estevesjoao751@gmail.com

José Loureiro disse...

Caro Esteves,
Não sei onde reside… se em Portugal, se no Brasil,…
Em Portugal encontrará estes filtros em diversas lojas de material fotográfico e inclusivamente em lojas de grandes superfícies, como a Fnac, a Mediamarket, etc..
On-line poderá também adquiri-los em vários sítios como, por exemplo, a Pixmania entre muitos outros…
Quanto ao tamanho, se pensa utilizar este tipo de filtros com várias objectivas de diferentes diâmetros, talvez o melhor seja pensar numa solução idêntica aos filtros da Cokin. Depois de adquirido o filtro e o porta-filtros só terá de comprar os respectivos adaptadores para o diâmetro das objectivas que pretender usar.

Anónimo disse...

Eu tenho um filtro HOYA NDX400 77mm que corta 9 stops de luz; depois foi comprar um «step-up ring adaptor 58-77mm» no ebay por uns 3 euros e já está. Desta forma quando mudar de lente, basta no ebay arranjar outro step-up ring xx-77mm por poucos euros e fico despachado.

José Costa Ferro disse...

Bom dia José Loureiro.
Falando sobre filtros ND. Tenho um filtro ND de 10STOPs da (Hitech) 100x100 mas para obter fotos com uma melhor exposição estou a pensar adquirir um filtro ND Gradiente, para (usar em conjunto) escurecer as altas luzes. A minha duvida é no filtro a adquirir se um igual ao ND 100x100 ou um 100x150.
Grato pela atenção
José Costa Ferro

Jose Loureiro disse...

Caro José Ferro,
A sua pergunta refere-se às dimensões do filtro e não à densidade do mesmo?!
Não sei se é essa mesma a intenção da sua pergunta… Em relação a isso não tem nada a perder em comprar o 100x150 em vez do 100x100. Só lhe traz mais flexibilidade em relação à colocação da zona gradiente. Isto é, pode aproveitar e dispor de mais liberdade para fazer o enquadramento e onde separar as zonas a escurecer.
Se, por outro lado a sua pergunta era em relação à intensidade aquando da sobreposição dos dois ND, acho que deve optar por um ND 4 ou quando muito um ND 8 (que se calhar vai ser demais…). Mas tudo depende da luminosidade existente e do tipo de fotografia que costuma fazer…

Cumprimentos

Poça do Pano disse...

Exmº Senhor gostaria de lhe fazer uma pergunta sobre os filtros de densidade N da B+W .Qual a diferença entre o BW Cinza (106)+6 DMRC F-Pro e o (106) +6 F-Pro pois gostaria de comprar mas gostaria saber qual o melhor neste caso . Muito obrigado . Cumprimentos
Manuel Helder

Jose Loureiro disse...

As siglas MRC significam que se trata dum filtro com revestimentos multi-camadas (revestimnetos/coatings).
Agora pela descrição poderá tratar-se exactamente do mesmo filtro variando (ou não estando mencionada num deles) a completa designação do filtro…
Ambas as descrições correspondem a filtros ND 1.8 que atenuam a luz em 6 f/stops. Quanto à designação “F-Pro” reporta-se à série em que se enquadram. Portanto, à excepção da designação quanto aos revestimentos tudo o resto é igual o que me leva a pensar que se trata do mesmo filtro… a outra alternativa é um ser MRC (multi-coating) e outro SC (simple-coating)… Quanto à designação do “D” antes do MRC desconheço…. Será “Digital”…? Para utilização com as mais recentes objectivas da era digital...?

Manuel Helder disse...

Caro senhor
Agradeço a sua pronta informação que ajuda muito nesta decisão, e ainda agradecer os comentários e ensinamentos a todos aqueles que se iniciam nesta atividade que como eu são puros amadores.
Da ilha mais alta de Portugal o meu agradecimento do tamanho da nossa montanha Pico. Muito obrigado.

guilherme teixeira disse...

Muito bom dia,

Desde já gostei muito do artigo :)

Eu queria com filtros quadrados de densidade neutra e densidade neutra graduados. Com isto queria saber se tem alguma opinião sobre os filtros da NISI ou da ZOMEI?

Jose Loureiro disse...

Caro Guilherme
infelizmente não lhe posso dar uma resposta válida e fundamentada pois nunca testei filtros, quer duma, quer da outra marca que menciona.

Kely disse...

Olá.
Comprei uma outra lente e precisarei de um novo filtro pois o diâmetro é diferente.... eu já usava o polarizador e adorava. Agora vi que a Tiffen tem um gradiente 0.6nd. Meu uso será exclusivo para paisagens, onde gosto de destacar o céu... Vale a pena o investimento nesta lente gradiente? Neste caso compraria somente ela ou somente o polarizador....

Jose Loureiro disse...

Olá Kely
Filtros polarizadores e ND são para fins distintos e a compra dum não implica a compra e uso do outro...
O Polarizador realçará o céu (escurecendo) desde que utilizado em condições ideais. Por sua vez o ND grad. destina-se a diminuir a diferença de luz entre o céu e o restante cenário para valores EV que a câmara comporte. Basicamente para homogeneizar a luz de todo o cenário e reduzir as altas luz do céu.