Nova Nikon D300s

A Nikon anunciou no pretérito dia 30/7/2009 o lançamento de duas novas câmaras digitais. A pequena D3000 e a sucessora da D300 que vê, agora, acrescentada à designação a letra "S".
A comercialização em Portugal, de ambos os modelos, não deverá ocorrer antes de Setembro/Outubro do corrente ano. Quanto a preços, para já, na Nikon USA é anunciada a $1,799.95 (só corpo).
As inovações são uma mistura daquilo que já algum tempo se encontra disponível noutras câmaras e que parece ser uma nova tendência…ou será só moda? Falo obviamente da capacidade de gravar vídeo da qual foi pioneira a D90. Do ponto de vista tecnológico, apesar de não haver grandes novidades, foram melhorados alguns aspectos. A possibilidade de gravação simultânea em dois formatos de cartões de memória, a saber Compact Flash (CF) e Secure Digital (SD) entre outras, são algumas das diferenças para o anterior modelo.

Cá fica o vídeo promocional oficial desta câmara que mostra as inovações mais relevantes face à D300:




Além das inovações acima referidas o que mais mudou, e o que ficou igual, entre a Nikon D300 vs D300s?

(tabela efectuada segundo os dados oficiais disponibilizados pela Nikon)

Curioso o facto da Nikon continuar a "apostar" no formato DX! A prova disso está não só nesta câmara como também na nova objectiva Nikkor 18-200mm DX VR II anunciada na mesma data.
Quanto às diferenças existentes entre as D300, excluindo aquelas que referi no início, ou seja, a possibilidade de gravação de vídeo e o facto da versão nova “aceitar” cartões de memória SD, penso não haver outras dignas de relevo. De facto, é até um pouco estranho que a Nikon mantenha o mesmo sensor DX de 12.3Mp e não tenha aumentado a fasquia para os já “vulgares” 15Mp oferecidos pela concorrência mais directa há já algum tempo como é o caso da Canon EOS 50D.
O facto de passar a utilizar, simultaneamente, os formatos SD e CF não deixa de ser curioso e pode bem significar que a Nikon começa finalmente a “confiar” neste formato de cartões mais pequeno, mais vulgar e bem mais barato!

 Artigo relacionado:  Nikon D300 - 12Mp DSLR -Teste

24 comentários:

José Rafael disse...

Ola, sou Jose Rafael de Recife-PE / Brasil. Gostei muito das informaçoes de seu blog, e o encontrei porque quero comprar uma nikon d3000, para começar a fotografar de maneira amadora mesmo. Voce teria alguma dica pra mim?

obrigado.

José Loureiro disse...

Olá Rafael.
Primeiro que tudo, como costumo dizer… não são só as câmaras que fazem as fotografias mas sim, também, quem as tira….
Dito isto, importante é saber tirar proveito e usar da melhor maneira aquilo que temos à mão.
As SLR (caso da Nikon D3000) permitem contudo resultados um pouco melhores do que algumas câmaras compactas pois admitem explorar a combinação de valores de exposição, aberturas, etc. Isso, e bem assim, a possibilidade de “trocar” objectivas são, entre outros, dois dos aspectos importantes que diferenciam estas câmaras das compactas.
Essa será, então, uma das dicas que lhe posso dar: explorar as potencialidades que a câmara proporciona e trabalhar em modos não automáticos como por exemplo prioridade á abertura, ao obturador e mesmo em modo manual.
Depois, e esse é um dos erros comuns que vejo muita gente a cometer hoje em dia face ao “custo” das fotografias na era digital, é que quantidade não é sinónimo de qualidade. Isto é, devemos pensar antes de tirar a fotografia e não “disparar a torto e a direito” para depois ver se aproveitamos alguma delas entre as dezenas ou centenas que captamos! Essa será, para quem começa a tirar fotografias outra dica… A terceira virá na sequência da que acabei de referir e será o cuidado com enquadramentos, seguindo certas regras e princípios… (alguns poderá ler aqui no blogue na parte “Técnica”).
Outra dica: por estranho que pareça, podemos aprender “olhando” para fotografias que gostamos e tentando descobrir o que nos atrai nelas e como teriam sido captadas!
Por fim, tentar, experimentar e com o tempo as fotografias vão sendo melhores!
Abraço e boas fotos!

Anónimo disse...

OLA, MEU NOME É RONALDO DE ARIPUANA MT, MUITO BOM SEI BLOG, TANTO QUE DECIDI PEDIR UM CONSELHO A VC, ESTOU PRA COMPRAR UMA CAMERA NOVA E ESTOU EM DUVIDA REFERENTE A D3000 DA NIKON E A HX1 DA SONY, VC PODERIA RESPONDER, OBRIGADO PELA ATENÇÃO. ronaldo@visada.com.br

José Loureiro disse...

Olá Ronaldo.
É um pouco difícil responder à pergunta que faz…. O motivo porque o digo é pelo facto de estar a pedir opinião sobre dois produtos distintos. De idêntico só têm o preço….Sendo assim, cada um deles tem as suas vantagens e desvantagens sobre o outro. Isto é, a Sony HX1 é uma câmara compacta que faz uso de certos avanços tecnológicos (Detecção de Faces e a Obturação por Sorriso; steady shot; etc.) de maneira a simplificar o seu uso por pessoas com menos conhecimentos de fotografia e a melhorar os resultados finais. No fundo trata-se de uma compacta, com um zoom 28-560mm capaz de captar até 10 fotos/seg. (algo que não conseguirá na Nikon pelo preço da HX1). Quanto à Nikon D3000, trata-se da câmara de entrada das SLR daquela marca. É uma câmara simples que permite, caso seja essa a ideia “aprender” um pouco mais acerca da fotografia. No fundo conseguirá fazer o mesmo com uma que com a outra mas, provavelmente, no caso da Nikon terá de se “esforçar” mais para isso. Mas são conceitos de câmaras diferentes…
Pessoalmente, acho a D3000 um produto um pouco frágil… Um pouquinho melhor, para quem poder despender de mais algum dinheiro será a D5000, também frágil, mas que penso mesmo assim valer a diferença…
Contudo, a escolha entre uma ou outra câmara deve depender acima de tudo da maneira como vê a fotografia e como quer fotografar … (penso que este deverá ser o factor decisivo na sua escolha!).
Ao nível da qualidade das fotografias que produzem, devo confessar que nunca fiquei muito impressionado com a qualidade das Sony, quer das compactas (atenção que nunca usei/testei a HX1…!), quer do seu topo de gama a A900 que testei há tempos. Por seu lado, a objectiva que poderá comprar e que virá como “Kit” com a D3000 também não será o melhor que a Nikon produz….
A grande diferença: Se comprar a Sony HX1 não poderá, mas também não precisará, de comprar mais nenhuma objectiva. No caso da D3000 independentemente da que vier no “Kit” poderá, caso queira, mudar/trocar por outra(s) de diferentes distâncias focais, aberturas, qualidade….

Natalia disse...

Olá, meu nome é Natália.
Adorei as informações do seu blog
Recentimente adquiri um nikon d3000 e gostaria de saber se vcocê sabe como posso tirar fotos na nikon para mais tarde conseguir fazer uma foto em hdr no photoshop.
Obrigada

José Loureiro disse...

Olá Natália.
A resposta à sua pergunta é fácil, até porque ainda há bem pouco tempo foi aqui explicado como o fazer.
Por isso, começando pelo início, ou seja, como deve fazer para captar as fotografias que mais tarde servirão para fazer o HDR veja aqui…
(copie e cole no browser):

http://joseloureirophotography.blogspot.com/2009/12/hdr.html

Depois disso, se quer saber como fazer a junção das fotos anteriormente captadas em Photoshop, veja aqui:

http://joseloureirophotography.blogspot.com/2010/02/dicas-de-photoshop-como-fazer-uma.html

Penso que deve ficar esclarecida… Caso haja mais alguma dúvida faça o favor de dizer…
Cumprimentos

Ivone disse...

Olá, José Loureiro!
Sou Ivone, de Recife, e gostaria de ouvir a sua opinião a respeito da P90 e da D40, da Nikon (procuro uma câmera relativamente leve; gosto de fotografar paisagens durante as minhas viagens; que tenha um menu relativamente simples; que não tenha um custo elevado, etc.). Queira desculpar se já existirem comentários a respeito desses dois modelos em seu blog. Pesquisarei melhor da próxima vez.
Um abraço e obrigada!
Ivone

José Loureiro disse...

Olá Ivone
Quanto à P90 sinceramente nunca experimentei nenhuma e é um modelo que mal conheço. Por sua vez, a D40 (pelo menos cá em Portugal e numa série de países) foi descontinuada e já não se vende…
De qualquer maneira, logo à partida, são câmaras diferentes… Isto é, a P90 é uma câmara denominada “prosumer” e, a atender pelas suas características, é uma câmara relativamente simples e versátil. Por outro lado, a D40 é uma câmara de base DSLR, permitindo mais funcionalidades… desde logo a possibilidade de “trocar” de lentes, algo que pelo que disse pretender não lhe deve interessar…
Por isso, câmara simples para não “perder” tempo com regulações, ou a P90 (se também ainda for comercializada uma vez que foi lançada já a P100) ou até, eventualmente, uma boa compacta….
Cumprimentos

Johnny disse...

Ola, sou o João e estou a começar a dar os primeiros passos nesta "arte" em primeiro lugar pretendo adquirir uma Nikon d3000, parece me ser uma boa opçao preço qualidade, mas estou na duvida, qual a lente a optar se a 18-55mm F. 3.5-5.6G ED II ou a 18-55mm F 3.5-5.6G ED 18-55mm F. 3.5-5.6G ED II , no fundo sera abdicar de VR por ED, vale a pena?

Obrigado.

José Loureiro disse...

Olá João.
Pode ver a minha opinião aqui (copie e cole no browser):

http://joseloureirophotography.blogspot.com/2010/03/nikon-nikkor-18-55mm-f35-56-g-af-s-vr.html

Espaço-tempo de Galileu disse...

Olá José Loureiro, saudações!

Parabéns pelo blog! Sou Americo Borges do Rio de Janeiro, estou iniciando na fotografia, vou fazer um curso e preciso adquirir uma máquina. Após algumas pesquisas (custo x benefício), estou em dúvida entre a Nikon D90 e a Nikon D300s.

Há diferenças de custos e recursos, mas gostaria saber sua opnião a respeito.

Desde já sou grato.

Grande abraço,
Americo Borges.

José Loureiro disse...

Olá Américo.
Da maneira que coloca a sua questão, na minha opinião, é fácil dar-lhe uma resposta:
A Nikon D90!
Provavelmente fará o mesmo com ela que com uma Nikon D300s e o preço é muito mais acessível.
Atenção que esta é uma resposta directa aquela que parece ser a sua dúvida… ou seja, a que tem melhor relação preço/qualidade. Obviamente que a Nikon D300s se coloca num outro patamar, em termos de gama…
Por fim, deve também perguntar a si próprio que tipo de utilização vai fazer da câmara. Não sendo a D90 uma câmara que se possa considerar frágil, a D300s é contudo mais robusta, melhor selada… entre, claro, outras diferenças! Além disso como refere estar a iniciar-se na fotografia, a Nikon D90 certamente que lhe proporcionará já muito para explorar!
Abraço

Espaço-tempo de Galileu disse...

José Loureiro,

Antes de mais nada, muito obrigado pelo esclarecimento!

Fim de semana tive o prazer de utilizar uma D90 e uma D700 de um amigo na FLIP em Paraty e fiquei fascinado com ambas. Contudo, vou utilizar a máquina mais em eventos esportivos e de grande concentração de gente, como o carnaval do Rio de Janeiro, festas e eventos públicos. Li nas especificações da D300s que ela tem botões selados e o corpo mais resistente.

Como iniciante, realmente não tenho conhecimento suficiente para avaliar, por isso, quando vi seu blog gostei muito dos comentários e não hesitei em perguntar. Certamente será de grande valia na minha decisão.

Mais uma vez parabéns pelo blog e muito obrigado por compartilhar seu conhecimento!

Abraço,
Americo Borges.

Anónimo disse...

Ola, sou Eraldo de Macaé RJ / Brasil. Gostei muito das informaçoes de seu blog, e o encontrei porque estou pesquisando para comprar uma câmera nikon. Tenho lido a respeito da d90 e observei que você cita bastante a d300s. Como você é especialista no assunto, gostaria de saber qual é o seu conselho.
A propósito, gostaria de uma explicação sobre DSLR, SLR e COOLPIX.
Grande abraço.

José Loureiro disse...

Eraldo,
Pela sua pergunta penso que pretende saber as diferenças entre DSLR, SLR e COOLPIX…
Assim, SLR: Significa “Single Lens Reflex”. Ou seja, câmaras em que se consegue, através da abertura dum espelho existente no seu interior, visualizar exactamente a cena que vai captar. A imagem passa através da objectiva, é reflectida de modo invertido num espelho, depois é corrigida (a inversão de imagem) no pentaprisma e poderá por fim ser vista no visor da câmara. Portanto aquilo que vê no visor da câmara corresponde ao que a câmara está a captar contrariamente, por exemplo, às câmaras compactas em que o visor é uma pequena lente autónoma direccionada (mais ou menos) para o sítio onde a objectiva irá focar…
Depois, SLR-D: Significa o mesmo do que acima já ficou dito com a variante do acréscimo da letra “D” que significa “Digital”. O termo SLR já vem das câmaras analógicas (de película, portanto) e com a era digital, como o princípio de funcionamento é o mesmo, foi acrescentada a letra “D” para distinguir uma das outras…
Por último, COOLPIX é um segmento de câmaras da marca Nikon denominadas vulgarmente por compactas. Diferem, além do acima mencionado e entre outros aspectos, das SLR ou DSLR por não ser possível efectuar qualquer “troca” de objectiva. A característica peculiar das SLR/SLR-D reside no facto de ser possível, neste tipo de câmaras, intermutar objectivas.
Cumprimentos

junior disse...

Ola! José
Primeiro gostaria de parabenizado pelo excelente blog e sua preocupação em esclarecer as duvidas sem colocar sua opinião pessoal ! com isso trazendo as pessoas que gostam de fotografia a questionamentos com fundamentos e formando opiniões com bases corretas.
Sou um analista de sistemas e sempre gostei de tecnologia mais de um ano para Ca mudei minha vida por completo. A 6 meses atrás por curiosidade participei de um concurso de fotografia e para meu espanto quase ganho ,concorri diretamente com fotógrafos profissionais com isso pude ter um parâmetro que meu trabalho é bom. E que na verdade deveria mudar de área e foi o que fiz rsrs...
Larguei o banco o terno e gravata e aqui estou eu 35 anos no primeiro ano de fotografia de uma universidade Paulista.
Bom amigo hoje eu tenho uma maquina Sony dsc-r1 ela me ajudou muito mais preciso de uma maquina melhor
minha pergunta e a seguinte uma Nikon d300s e uma maquina ideal para mim? gosto de fotografar o dia das pessoas ! movimento da cidade e caos de São PAULO preciso de rapidez com qualidade !!!
Dês de já agradeço forte abraço
Elcio Gabriolli

Correia dos Santos disse...

Ora viva,

Sou proprietário duma D90. Já reparei que quase nunca referencia esta câmara. Gostava que dissesse algo em relação a isso.

Obrigado,

Correia dos Santos

José Loureiro disse...

Elcio,
Antes de mais obrigado…
Quanto à sua questão a resposta é simples e rápida. Pois é! Quanto mais escreve quem pergunta, regra geral, menos tenho eu de escrever… 
Porém, só me resta fazer-lhe uma pergunta retórica: Pretende uma câmara de formato de sensor APS-C ou Full-frame?
Se a sua resposta for APS-C, a Nikon D300s tem tudo aquilo que precisa: Qualidade de imagem (até valores ISO muito razoáveis) e, c/o punho MB-D10, 8 fotos/segundo! Chega?
Se, por outro lado, optar pelo formato FX tudo dependerá do seu orçamento e do seu gosto (…ou simpatia) por uma determinada marca em detrimento doutra. Pessoalmente acho que uma das melhores propostas em termos de relação preço/qualidade actualmente será a Canon EOS 5D MKII. É uma câmara estupenda! Todavia, em termos de rapidez, caso utilizemos o formato de ficheiros RAW fica limitada a menos de 4 fotos/segundo… Em todo o caso, para o tipo de fotografia que diz gostar de fazer, provavelmente, não necessitará de mais que isso!
Cumprimentos

« « « « « « « « « « » » » » » » » » » »

Correia dos Santos,
Não há muito a dizer… Isto é, não faço muitas referências à D90 (no blogue) pura e simplesmente porque não “calhou”. Em todo o caso, e pese embora nunca tenha usado nenhuma em testes, a ideia geral que tenho da mesma é sinceramente boa. Não é uma câmara que alguma vez tenha desaconselhado a alguém, por algum motivo. Antes pelo contrário. Grande parte das “perguntas” que me fazem são “via email” e actualmente é até uma das câmaras que tenho inclusivamente sugerido a quem pondera comprar uma câmara DSLR Nikon com qualidade de imagem, com potencialidades e ainda por cima, neste momento, com uma relação preço/qualidade muito atractiva!
Cumprimentos

Alerson' Lima disse...

Oi meu nome é Alerson' Lima, e estou em duvidas em relação a câmeras, pretendo sim me aperfeiçoar mais e ser um fotografo profissional, para isso estou fazendo os melhores cursos aqui de Fortaleza, e pretendo ir para São Paulo me aperfeiçoar mais. Já fotografo algumas pessoas em praias, sem elas perceberem, e as fotos saem perfeitas, todo mundo me elogia e já fui chamando para bater foto em um casamento.

Mas tenho algumas duvida:

Sou fascinado pelo a NIKON D300 e não quero ter decepção ao compra-la.
Acha que devo comprar A NIKON D300?
Ou devo comprar outra? Tem alguma dica de CÂMERA PROFESSIONAL?
Qual Câmera você usa Jose Loureiro?

Abraços. E desde já muito obrigado!

José Loureiro disse...

Olá Alerson' Lima.
Antes de mais, não é a câmara que faz as fotografias mas quem a opera….
Ultimamente, as câmaras que tenho utilizado são uma Nikon D2x e uma Nikon D300.
Acerca da Nikon D300 pode ver, mais pormenorizadamente, a minha opinião aqui:
(copie e cole no browser)
http://joseloureirophotography.blogspot.com/2010/05/nikon-d300-12mp-dslr-teste.html
Cumprimentos

cabral Fotografias disse...

Muito bom ótmos comentáruio. Gostaria de tirar uma dúvida. Qual o tempo de vida em clicks de um d 300s? tenho uma que ja tem184556 clicks, quantos clicks ainda restam? Obrigado

Jose Loureiro disse...

Caro Cabral
A Nikon testou a D300s para uma duração de, pelo menos, 150.000 “clicks”. Portanto, a sua já ultrapassou esse número.
Todavia, não quer isso dizer que o obturador tenha chegado ao seu “fim de vida”. O número de “clicks” indicado pelo fabricante serve apenas de referência! Há câmaras em que o obturador dura bem menos e ouros casos em que dura bem mais. Um dos factores que contribui, por exemplo, para as diferenças de duração do sistema de obturação é o tipo de utilização que a câmara tem. Uma câmara usada em Estúdio (teoricamente) durará mais que uma câmara usada em fotografia de desporto ou vida selvagem pois, nestes dois últimos casos, é frequente utilizar-se o obturador em modo contínuo para capturas de várias fotografias por segundo. Isso provoca, logicamente, um maior desgaste no sistema de obturação.
De tudo isto se conclui que é impossível determinar a duração das câmaras D-SLR em função dum número exacto (ou mesmo médio…) de ”cliks” efectuados!

Sergio Savarese disse...

Ótimo site! Sou Sérgio Savarese de São Paulo,Brasil,e gostaria de saber o que acontece com minhas fotos que parecem estar sendo fotografadas com excesso de luz,estoura,parece saturar a luz,quase fazendo sumir o rosto das pessoas.

Jose Loureiro disse...

Olá Sérgio,
Poderão ser variadíssimos factores…!
Desde uma má medição de luz até uma objectiva ou câmara com problemas…!
Só por testes e exclusão de causas é que descobrirá.
Para começar tente verificar se está a fazer uma correcta medição de luz (modo de medição) e se não tem activa qualquer compensação positiva de exposição. Isso, seriam “erros” do fotógrafo. Se não se tratar de nenhuma dessas situações, experimente trocar a objectiva (para despistar algum eventual problema na abertura e fecho das laminas do diafragma) e aí por diante…