Primeiro contacto: Samyang AE 8mm f/3.5 Fisheye











Nas fotos: Minas de ouro romanas (Fojo das Pombas) - Valongo

Este fim de semana (mais concretamente hoje de manhã) tive oportunidade de experimentar pela primeira vez uma pequena objectiva Fisheye 8mm, de fabrico Coreano, da marca Samyang.
Esta marca, já estabelecida há vários anos, apesar de bastante divulgada na Europa Central e de Leste continua a ser pouco conhecida no nosso País.
A marca produz objectivas de focagem manual, desde os 8mm até aos 1300mm de distância focal, de custo realmente acessível. Esse é um do motivos que podem levar à suspeita da sua qualidade... Contudo, dependendo do tipo de objectivas (e da aplicação que lhes damos), o grau de qualidade óptico (ou a falta dele) pode ser mais ou menos relevante. Exemplificando: Será mais notória a falta de qualidade óptica duma teleobjectiva ou duma objectiva Macro do que uma grande angular ou uma Fisheye.
Esta pequena Samyang é, quanto a mim, um desses casos. Poucas fotografias captei com ela mas, como se vê pelas imagens, para certas aplicações resulta fantasticamente! Nem sequer, neste tipo de fotografia, damos muito conta da extrema distorção que a objectiva proporciona!
Por outro lado, era impossível fotografar, com esta amplitude, alguns destes estreitos corredores no interior das minas onde o espaço é pouco mais que o estritamente suficiente para passar um ser humano!
O ângulo de imagem que esta objectiva alcança (numa câmara DX) são 180º! Pois é! Por isso é que nalgumas fotografias verticais ainda apareço na imagem... ou, pelo menos, parte...
Como primeira impressão, fiquei satisfeito. Por acaso, recebi esta objectiva mesmo na véspera duma programada ida às Minas de ouro romanas na Serra de Valongo e serviu que nem "ginja" para o que precisava! Não poderia fazer estas imagens com qualquer outra objectiva! Sinceramente!
As fotos foram todas captadas no modo de exposição manual, tendo utilizado aberturas entre os f/4 e f/5.6. A velocidade de obturação foi de 1/30seg. e foram usados 2 Flashs: um Nikon SB-900 na Câmara (Nikon D2x) e um Nikon SB-26, que foi usado remotamente, para ajudar a iluminar e a preencher a enorme cobertura de ângulo (180º) da imagem. Para isso, foi usado no modo de disparo por "simpatia" (comandado pelo SB-900 colocado na sapata da câmara) no modo manual, com a potência de clarão no máximo 1/1 e com um ângulo de cobertura para distâncias focais entre os 18 e os 20mm.
Na verdade, nenhum flash é capaz, por si só, de emitir um clarão suficientemente amplo de modo a cobrir o enorme ângulo de imagem proporcionado por esta 8mm. Mesmo com os difusores frontais baixados, a cobertura é insuficiente. Por isso, levei dois! Solução: Um na câmara e outro usado como flash escravo fora da câmara para ajudar a preencher a cena, segurado na mão pela minha filhota que serviu de ajudante de campo!  
As condições no interior das minas (designadamente nos exíguos corredores escavados à mão pelos romanos), são de escuridão quase total. A captura de fotografias é realmente difícil... As pequenas lanternas na frente dos capacetes são, à excepção duma ou outra lanterna de mão, toda iluminação disponível.
Bom, acerca da Samyang 8mm Fisheye falarei daqui a mais algum tempo quando tiver já feito mais algumas fotografias e quando tiver formado uma opinião mais consistente acerca da mesma. De momento continuo em testes com a Carl Zeiss 80mm f/2.8 Biometar... Acontece que hoje, "estava em pulgas" por partilhar com vocês as fotos (editadas) de "estreia" com esta Fisheye. Por isso, cá ficam!
Sinceramente, gostei! 

13 comentários:

► JOTA ENE ◄ disse...

Belas fotos.

P'ra que preço é essa lente ?

http://photoessencia.blogspot.com/

PS - Uma sugestão: tens um verificador de palavras que é muito chato para quem comenta, perde-se um ror de tempo. Aconselho-te a tira-lo.

Jose Loureiro disse...

Obrigado.
O preço das Samyang 8mm Fisheye depende de duas coisas:
- Do tipo de encaixe que comprarmos (em função da marca da câmara à qual a queremos acoplar - Canon, Nikon, Sony,...) sendo certo que a mais cara é a que possui encaixe para a marca Nikon… e;
- Da versão da objectiva. Também aplicável só à Nikon…. Existem duas versões desta objectiva para a Nikon: A primeira versão (antiga) é mais barata mas só a mais recente versão pode ser usada em todas as câmaras D-SLR da Nikon pois tem CPU (contactos eléctricos) que permitem à câmara reconhecer a objectiva e fazer a correcta medição de luz. Essa versão mais recente, distingue-se da antiga pelas siglas “AE” (Auto-Exposure) nela apostas e é precisamente a objectiva que usei.
Os preços vão desde os 280,00 a cerca de 350,00 euros.
Quanto à sugestão de eliminar a necessidade de verificação de palavras – está feito. Mas, para já, a título experimental… um dos fundamentos de a ter activa é manter o Blog “livre” de Spam… coisa que até agora, salvo casos pontuais, tem funcionado bem. Mas admito que possa ser mais maçador para quem pretenda comentar… por isso, sugestão aceite, vamos fazer a experiência!

► JOTA ENE ◄ disse...

Ok ... esclarecimentos dados.

Em nota de roda pé, dir-te-ei que não te preocupes com o SPAM, porque 'ele' não entra. Há uma pasta própria no 'dashboard' para onde o mesmo é encaminhado.

Moreira e Irene disse...

Sr. Jose por ca entre os chinese essas lentes sao bastante usadas entre aqueles menos abonados,ja fiz uso de uma 500mm fiquei espantado com o sharp da lente,pra obrigado por partilhar vossas saidas fotograficas.
moreira/macau

Jose Loureiro disse...

Pois. A Samyang produz objectivas de baixo custo. Em relação às teleobjectivas já tenho algumas reservas acerca da qualidade… mas ainda não tive oportunidade de testar nenhuma.
Parte desse baixo custo deve-se ao facto de produzirem objectivas de focagem manual.
Além disso, a marca produz uma série de objectivas exactamente iguais que são, todavia, comercializadas sob diferentes nomes de marcas.

Dylan disse...

Caro José,

Acha útil utilizar uma teleobjectiva dessa marca "low cost" numa máquina DSRL sem estabilizador de imagem? E o preço, quanto poderá ser?

Dylan disse...

Ah, queremos ver os fetos espectaculares do Fojo!

Jose Loureiro disse...

Olá Dylan
Se for uma objectiva fisheye não tem qualquer problema. Neste tipo de objectivas de pequena distância focal os sistemas de estabilização (…e até, também, de focagem Automática) são perfeitamente dispensáveis! Já no caso das teleobjectivas a situação é bem diferente…
Quanto ao preço, num comentário acima já o disse… Pela simpatia, profissionalismo e preço posso aconselhar a contactar um dos representantes da Samyang em Portugal: A Samyfoto
(Pode dizer que fui eu que aconselhei…)
Ah! Quanto aos fetos… é sim verdade! São espectaculares! Também os fotografei, mas as condições de luz não eram boas… Fica para outra vez…

questiuncas disse...

Para tirar fotografias destas, a lente ajuda, mas quem está por trás da câmara é um verdadeiro artista.

Jose Loureiro disse...

Obrigado pelo elogio... :)

Jon Gavin disse...

Bom dia,

Por acaso sempre gostei do aspecto de fotografia com grande angular, mas nunca "perdi" a cabeça para comprar uma lente dessas, pois são todas bastante dispendiosas.

Já tem explorado mais a lente Samyang 8mm AE Fisheye para Nikon? E que tal os resultados?

Obrigado pelo excelente Blog,

Jon Gavin

http://fotosbyjongavin.blogspot.pt/

Jose Loureiro disse...

Ando a ultimar o "tradicional" artigo de opinião acerca da Samyang 8mm...
Dentro de algum tempo poderá ver no Blog a minha opinião de forma detalhada sobre a dita objetiva!

Rui Nunes disse...

Fotos dum realismo impressionante! Muitos parabéns.